“Gritei de alegria”

Contracenando com Tom Hanks. Helena Zengel, alemã, começou a sua carreira em Hollywood com a idade de doze anos.

 Helena Zengel começou a sua carreira em Hollywood com doze anos.
Helena Zengel começou a sua carreira em Hollywood com doze anos. dpa

Tendo um comportamento hostil e traumatizado, “Benni” só faz balbúrdia no drama “Transtorno Explosivo”. Um filme incomum e uma atuação impressionante de Helena Zengel, nascida em junho de 2008. Pelo seu desempenho, ela recebeu em 2020 o Prêmio do Cinema Alemão. Depois, veio a primeira oferta de Hollywood. No faroeste “Relatos do Mundo”, ela contracena com Tom Hanks, tendo sido indicada em 2021 para um Globo de Ouro na categoria de melhor atriz.

Helena, você sempre soube que queria ser atriz?
Sempre fui uma criança rebelde, meio louca, sempre em movimento, que gosta de se divertir e de fazer esporte. Mas nunca disse que queria ser atriz, antes de representar o primeiro papel sério.

Quais foram seus primeiros papeis?
O primeiro papel principal foi em “A Filha”, de Mascha Schilinski, quando eu tinha sete anos. Antes disso, eu só tinha feito papeis pequenos, mas no primeiro papel principal, pensei: “É isso!”. Depois veio “Transtorno Explosivo”, de muito sucesso na Alemanha.

O que lhe veio na cabeça, quando você e a superestrela Jodie Foster foram indicadas para os Globo de Ouro como melhores atrizes secundárias?
Não tive palavras. Senti como se estivesse caindo e gritei de alegria.

Como você conseguiu o papel de Johanna em “Relatos do Mundo”?
Foi através de “Transtorno Explosivo”. Um dos produtores de “Relatos do Mundo” me viu no filme, na Berlinale, e me recomendou ao diretor Paul Greengrass, que ficou impressionado com os meus olhos e de como eu pude transportar emoções com ele. Depois da Berlinale, tive um primeiro casting em Berlim, depois em Londres e então eu já sabia: Tinha conseguido o papel de Johanna.

Do quê você mais gostou  durante a filmagem nos Estados Unidos?
Claro que gosto muito de andar a cavalo nas filmagens. Adoro cavalos e também tenho um. Além disso foi superbacana passar o tempo com Tom Hanks. Agora, ele já faz parte da minha família.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: