Um futuro na manufatura

Você se interessa por uma formação manufatureira na Alemanha?

Muito cobiçada é a formação em uma fábrica de automóveis
Muito cobiçada é a formação em uma fábrica de automóveis Daimler AG
  1. Ampla gama de profissões
    A manufatura na Alemanha compreende mais de 130 atividades profissionais. Cerca de 5,62 milhões de pessoas trabalham atualmente em quase um milhão de estabelecimentos, onde 360 mil jovens fazem uma formação qualificada. Em 2020, a manufatura alemã atingiu um volume de 650 bilhões de euros.
  2. Formação dual
    Os operários e as operárias da manufatura na Alemanha são sobretudo formados no chamado sistema dual, que combina  a formação teórica em uma escola profissional com o trabalho prático em um estabelecimento. Esse tipo de formação é muito apreciado internacionalmente, sendo que muitos países desenvolveram orientações semelhantes e,  em parte, com a ajuda da Alemanha.
  3. Boa remuneração
    Os aprendizes recebem na Alemanha um salário mensal bruto de 800 a 1 200 euros. Depois de concluir a formação com o exame  “Gesellenprüfung”, os formados podem contar com um salário anual bruto de cerca de 43 000 euros.  Os formados (os Gesellen e as Gesellinnen) podem fazer uma especialização empresarial a nível de bacharelado e também um exame de mestre (Meisterprüfung). O título de Mestre (Meister e Meisterin) lhes dá a possibilidade de gerenciar, eles próprios, uma empresa e formar outros jovens. Os empregados que levam o título de Meister e Meisterin ganham cerca de 58 000 euros anuais.
  4. Atraente também para interessados internacionais
    A partir de março de 2020 passou a vigorar a Lei sobre a Imigração de Pessoal Especializado, que possibilita o acesso ao mercado de trabalho alemão a pessoas com boa formação, que vêm de países não pertencentes à UE. Elas podem requerer um visto de permanência de seis meses, para procurar um emprego. Neste tempo, elas podem trabalhar até dez horas semanais em período experimental ou fazer um estágio prático. As condições para tanto são bons conhecimentos de alemão (Nível B2)  e o financiamento do próprio sustento. Profissionais principiantes podem concorrer a uma vaga de formação. As condições para tanto são a conclusão de uma educação básica (de no mínimo de nove anos) e conhecimentos da língua alemã (Nível B1).

Nähere Informationen: https://www.make-it-in-germany.com/en/

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: