Flexíveis e inovadoras na crise

As empresas alemãs estão reagindo, fabricando em curto prazo os produtos urgentemente necessários para superar a crise do coronavírus.

Máscaras de proteção, de Dräger. Procuram-se adeptos da ideia
Máscaras de proteção, de Dräger. Procuram-se adeptos da ideia picture alliance / dpa

Equipamentos médicos da fábrica de veículos

O grupo empresarial Daimler, de Stuttgart, está empegando a impressora 3D para fabricar os componentes necessários para a tecnologia medicinal. Até agora, a impressora 3D tinha sido usada na construção de protótipos e no acabamento de carros de pequena série. A capacidade de 150 mil componentes por ano pode ser agora totalmente aproveitada para superar a crise de coronavírus. Além disso, a escuderia Mercedes da Fórmula 1  e outras escuderias disponibilizaram respiradores artificiais, os chamados respiradores CPAP, desenvolvidos pela fábrica de Fórmula 1 e pelo University College de Londres, que já estão sendo usados clinicamente.

Máscaras do fornecedor automotivo

O fornecedor automotivo Mahle, de Stuttgart, e o fabricante de roupa de baixo Triumph estão trabalhando juntos na produção de máscaras de proteção. Mahle sabe como se filtra o ar e irá fornecer o filtro FFP3, que tem a propriedade de reter os vírus. Triumph sabe como se costuram têxteis e produzirá as máscaras. Planeja-se uma capacidade de 1,5 milhão de máscaras por mês. Mahle também está examinando a fabricação a quente de máscaras e o emprego de impressoras 3D para a fabricação de componentes de máscaras de proteção e de outros equipamentos médicos.

Material de proteção respiratória na construção de instalações

A Reifenhäuser, construtora de máquinas e instalações, de Troisdorf, reprogramou temporariamente duas de suas instalações de ensaio, devido à pandemia de coronavírus. Essas instalações do setor de tecnologia, normalmente usadas exclusivamente para  a pesquisa, o desenvolvimento e testes feitos pelos clientes, estão produzindo ininterruptamente, já há uma semana, o material MeltBlown para a fabricação de máscaras de proteção respiratória. Essas instalações continuarão funcionando 24 horas por dia nos sete dias da semana, em quatro turnos de trabalho. A quantidade de material produzida diariamente é suficiente para até um milhão de máscaras de proteção. O material MeltBlown, necessário para as máscaras, está em grande falta na Alemanha.

A produtora de bebidas alcoólicas MBG, de Paderborn, reprogramou uma parte da sua produção para fabricar desinfetantes. Lá, onde até agora eram produzidas de 60 a 70 mil latinhas com uma mistura de vodka com energético, são engarrafadas agora, em uma hora, cerca de 4 mil garrafas pet de desinfetante de mãos. Nas próximas semanas, essa empresa doará 10 mil litros de desinfetantes a asilos de idosos, a instalações de cuidados e a departamentos públicos. Ao mesmo tempo, a venda comercial continuará funcionando.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: