“Ajudar com a técnica”

O técnico ortopédico Tolga Kaya narra em um vídeo porque a sua profissão é tão especial.

Tolga Kaya trabalha como técnico ortopédico em Frankfurt do Meno.
Tolga Kaya trabalha como técnico ortopédico em Frankfurt do Meno. Christina Iglhaut/FAZIT Communication

O ofício técnico é o que fascina Tolga Kaya até hoje: “Antes da minha formação, não sabia que existem tantas possibilidades de ajudar uma pessoa com a técnica”, diz o jovem de 25 anos sobre o seu trabalho de técnico ortopédico em Frankfurt do Meno. Empregando a sua habilidade manual, ele constrói e conserta órteses e próteses que substituem ou apoiam as partes do corpo de pacientes. Kaya precisa também de conhecimentos da tecnologia digital, por exemplo, no trabalho em uma articulação do joelho assistido por computador.

Técnico ortopédico é uma de mais de 130 profissões técnicas e manuais na Alemanha. A formação dual é feita em uma empresa e a teoria em uma escola profissional. Tolga Kaya começou sua formação de três anos diretamente depois da “Realschulabschluss”, uma das conclusões do ensino médio. Hoje, ele é diretor técnico de fabricação em sua firma. Mas ele quer progredir na sua carreira, pois está fazendo agora um curso de “Meister” (Mestre).

Kaya, cujos avós vieram como “trabalhadores hóspedes” da Turquia para a Alemanha, também fala turco. Outros colegas em sua firma falam, por exemplo, russo ou servo-croata. “Alguns clientes sentem-se mais à vontade, quando falamos com eles na sua língua materna”. Ter empatia no tratamento de incapacidades físicas é, neste trabalho de técnico ortopédico, tão importante como ter talento artístico. Às vezes, Tolga Kaya decora as próteses para os seus clientes com glíter ou com figuras de histórias em quadrinho. Ele diz: “É também uma profissão muito criativa”.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: