A UE em resumo

Para a Alemanha e os outros Estados da UE, a integração europeia é a base de sustento da paz, da segurança e do bem-estar

EU-Flagge vor Kölner Dom
dpa

História de sucesso

As ideias de uma unificação europeia podem ser acompa­nhadas durante o transcorrer desse história. Falando concretamente, o projeto da atual UE já surgira em 1952 através da fundação da Comunidade Europeia do Carvão e do Aço (CECA ou Montanunion), à qual a Alemanha também pertencia. Com o passar do tempo, essa cooperação foi sendo ampliada a outros setores temáticos, sendo que o número de Estados-membros aumentou sucessivamente a 28 países. Atualmente, a UE está em diálogo com outros candidatos, negociando sobre sua adesão. 

Liberdades fundamentais

A UE gerou o maior mercado comum, assentado nos Tratados de Roma de 1958, que formulam quatro liberdades fundamentais: a livre circulação de produtos entre os Estados da UE, o livre trânsito de pessoas, a ­liberdade de prestação de serviço na UE e a livre circulação de capital. Neste ano de 2018, a participação da UE quanto à paridade de poder de compra do produto interno bruto (PIB) global é estimada em cerca de 16,5 por cento.

Os tratados mais importantes

 

  • 1952 Comunidade Europeia do Carvão e do Aço
  • 1958 Tratados de Roma
  • 1993 Mercado Interno Europeu
  • 1993 Tratado de Maastricht
  • 1999 Tratado de Amsterdã
  • 2003 Tratado de Nice
  • 2009 Tratado de Lisboa

O sistema político

O sistema político da UE é composto por vários elementos. A Comissão Europeia é o órgão executivo da União Europeia, o Tribunal de Justiça da União Europeia é seu órgão judiciário. Os governos dos Estados-membros estão representados no Conselho Europeu e no Conselho de Ministros. Os cidadãos europeus estão diretamente  representados no Parlamento Europeu que, desde 1979, é eleito de cinco em cinco anos por toda a UE. Os países-membros, que já introduziram o euro, coordenam suas ideias no chamado Grupo do Euro. Os mais im­portantes órgãos políticos da UE estão sediados em Bruxelas, Estrasburgo, Luxemburgo e Frankfurt do Meno. O símbolo da UE, a bandeira europeia, é composta por doze estrelas douradas que formam um círculo sobre um fundo azul.

512,6 milhões

Cerca de 512 milhões de pessoas vivem atualmente nos 28 Estados-membros da UE. Assim, ela tem a terceira maior população do mundo, depois da China e da Índia. Os cidadãos e as cidadãs desta união vivem em uma área de cerca de quatro milhões de quilômetros quadrados. Em termos de superfície, a França é o maior país da UE. A Alemanha, com 82,5 milhões de habitantes, tem a maior população da união. Na Grã-Bretanha, que deixará a UE em fins de março de 2019, vivem 66 milhões de pessoas.

19 países – uma moeda

O euro é a moeda oficial de 341,5 milhões de cidadãos dos 19 Estados-membros da UE. Esse grupo de países forma o “Espaço Europeu”. Como consequência da “Crise do Euro”, houve grandes esforços a partir de 2010 para coordenar e unificar melhor a política econômica e financeira dentro da UE. A grande dívida estatal é um dos principais desafios para muitos países.

Euro-Münzen
Euro dpa

PESC

O Tratado de Lisboa reforçou a institucionalização da Política Externa e de Segurança Comum (PESC). A Política Comum de Segurança e Defesa (PCSD) emprega em suas missões meios civis e militares. A perspectiva é a instituição de uma União Europeia de Segurança e Defesa (UESD).

Newsletter #UpdateGermany: You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here to: