Angela Kane, diplomata de ponta nas Nações Unidas

Como Alta Representante do Secretário-Geral das Nações Unidas para Questões de Desarmamento, a diplomata alemã Angela Kane ocupa um dos postos mais altos na ONU.

picture-alliance/Photoshot - Disarmament
picture-alliance/Photoshot - Disarmament

Quando o mundo se voltou para a Síria, ela ficou no centro das atenções: Angela Kane, a diplomata alemã de ponta nas Nações Unidas (ONU). Apesar da sua carreira na comunidade internacional, ela tinha atuado até agora praticamente no anonimato. Em agosto de 2013, com o ataque de gás letal perto da capital síria Damasco e a busca dos responsáveis, seu trabalho ficou no centro das atenções da opinião pública. Desde 2012, Kane é a Alta Representante do Secretário-Geral para Questões de Desarmamento. Como tal, ela chefiou a missão da ONU que viajou para a Síria após o ataque químico, a fim de coletar amostras. Ela pôde ser vista com frequência na televisão, quando as emissoras noticiaram sobre a visita da missão da ONU.

Angela Kane nasceu em 1948 na cidade de Hamelin, na Baixa Saxônia. Ela estudou em Munique e nos EUA. Após primeiras experiências profissionais no Banco Mundial, ela se transferiu ainda jovem para as Nações Unidas, ocupando lá diversos postos durante anos, com responsabilidades cada vez maiores. Antes de ser nomeada Alta Representante pelo Secretário-Geral da ONU Ban Ki-moon, no ano passado, Angela Kane foi Subsecretária-Geral de Gerenciamento durante quatro anos e, neste posto, responsável entre outras coisas por recursos humanos e finanças. Além disto, ela organizou as obras de modernização da sede das Nações Unidas em Nova York. Antes disto, ela já trabalhara no Departamento Político da ONU, onde fora encarregada de temas como prevenção de conflitos e desarmamento.

Angela Kane obteve experiência internacional como vice emissária especial do Secretário-Geral para a missão da ONU na Etiópia e na Eritreia (UNMEE), bem como no Congo, na Indonésia e na Tailândia. A luta contra as armas, sejam químicas ou de outro tipo, tem agora a sua completa atenção: “Eu creio que é possível obter progresso”, declarou Kane ao assumir o posto de Alta Representante, “e ele tem de ser possível. O preço do fracasso é muito alto e as vantagens do êxito são muito claras. Nós devemos este progresso às muitas pessoas que se tornam vítimas de armas ilegais, a cada dia, a cada hora, a cada minuto”.

Dia das Nações Unidas em 24 de outubro

www.un.org

© www.deutschland.de