Sem fronteiras

Cinquenta e cinco anos depois do Tratado do Eliseu. Três exemplos da intensa cooperação entre a Alemanha e a França.

Élysée-Vertrag
Pam McLean / Getty Images

Alemanha. Há 55 anos, no dia 22 de janeiro de 1963, foi assinado o Tratado do Eliseu. Este acordo sobre a amizade alemão-francesa foi um ponto final em um longo período de conflitos e guerras. Hoje, a cooperação alemão-francesa é muito intensa, tanto no grande como no pequeno palco político.

Comerciantes europeus

As Beruflichen Schulen Kehl. (Escolas Profissionais Kehl) possibilitam uma formação profissional sem fronteiras. Em cooperação com o Lycée Jean-Frédéric Oberlin de Estrasburgo, elas oferecem a formação profissional de comerciante varejista, na qual os jovens e as jovens recebem uma preparação para trabalhar em cooperação com parceiros e clientes do país vizinho. Esta formação é concluída com os diplomas específicos de ambos os países, ou seja, o “BAC Professionnel Commerce” e o “Kaufmannsbrief” das Câmaras Alemãs de Indústria e Comércio. Ao lado de seminários interculturais e cursos de língua, o currículo também oferece cursos de Educação Física e Teatro.

Nunca termine um negócio sem ter dito ‘Bonne journée’ !

Christina faz um “Ano Ecológico Voluntário” na França
Christina Elysee
Privat

Intercâmbio sustentável

Quando Christina fala sobre sua primeira lição do seu estágio na França, ela diz: “Nunca termine um negócio sem ter dito ‘Bonne journée’! Isto é imprescindível, tanto como o obrigatório ‘pardon’, se quisermos interromper alguém”. Esta estudante ginasial terminará um estágio de deutsch-französisches Freiwilliges Ökologisches Jahr (Ano Ecológico Voluntário Alemão-Francês) em setembro de 2018 em Montpellier, no sul da França, podendo assim expandir seus interesses pela natureza, pela sustentabilidade e pela cultura francesa. Neste estágio, ela e outros jovens ficam sabendo como funciona na França a proteção do meio ambiente e da natureza, a agricultura ecológica ou a pedagogia ambiental, aprofundando seu conhecimento da língua francesa e estabelecendo contatos com as pessoas nesse país.

Cooperações inspiradas

O programa „Perspektive“ faz a conexão entre os artistas alemães e franceses nos ramos da arquitetura e das artes plásticas. Desta maneira, surgem ações e exposições conjuntas. O Instituto Francês, o Ministério da Cultura e Comunicação da França e o Instituto Goethe financiam essa cooperação, tendo já promovido 17 projetos, desde seu começo em 2015. Entre estes, encontra-se, por exemplo, „Form follows Aktion“, no qual arquitetos alemães e franceses – entre eles, o grupo berlinense “Raumlabor” –  organizam discussões sobre o futuro da cidade, sendo que tudo redundará em um festival experimental de arquitetura em Berlim.  

© www.deutschland.de