Assim é a sala de estar alemã

Como vivem as pessoas na Alemanha? E existe uma sala de estar alemã típica? Nós mostramos isso! 

Assim vivem os alemães: a sala de estar alemã média.
Assim vivem os alemães: a sala de estar alemã média. dpa

A típica sala de estar alemã está num escritório: a agência de publicidade Jung von Matt analisa periodicamente como o cidadão alemão médio gosta de configurar sua moradia. E atualmente é da seguinte maneira: um conjunto de sofás e poltronas fica voltado para o televisor de tela plana. O “laptop” e o “smartphone” estão sempre à mão. Na frente, há uma mesinha com tampo de vidro. Nas paredes estão penduradas fotografias da família. Numa cristaleira está a louça especial e num armário de madeira clara estão empilhados os jogos de lazer. Até mesmo em relação às plantas, existe um gosto coletivo: dependendo da época, o peitoril das janelas é enfeitado com orquídeas ou com bico-de-papagaio. Entediante? Por sorte, há muitas variações criativas dessa configuração média.

A típica sala de estar alemã
Jung von Matt

Aqui “design”, ali “upcycling” 

As tendências de mobiliário perfeitamente estilizado das feiras de móveis e das revistas de decoração não têm muito que ver com a realidade. Segundo uma pesquisa, 53 % dos alemães acham que a moradia deve ser uma expressão da sua personalidade. No mobiliário, eles preferem confiar no seu próprio gosto. E ele é variado: linha Ikea ou móveis de «design», prateleiras maciças de carvalho, achados do mercado das pulgas ou móveis “upcycling” feitos de paletas de madeira. No chão, laminado de madeira ou carpete; nas paredes, papel de parede rústico em branco ou tintas em cores variadas. Minimalismo ou decoração carregada – tudo isso existe detrás das portas de casas da Alemanha.

Para alguns, a sala de estar é o mais importante espaço, onde se sentem bem; para outros, o coração da moradia é uma grande cozinha com amplo espaço para as visitas.

Habitantes de Frankfurt mostram sua sala de estar

Na ação “Uma cidade se mostra. Abertamente”, 40 moradores de Frankfurt do Meno e de Offenbach abriram suas portas para pessoas interessadas. Eles mostraram seus cômodos privados e falaram de si e de sua vida. Um panorama da diversidade social na Alemanha: nessas cidades convivem pessoas de todas as gerações, camadas sociais, religiões mundiais e de 180 nacionalidades. Quem tiver curiosidade, pode conhecer aqui as pessoas e suas moradias: www.offen.city/menschen/

Como vivem os jovens na Alemanha?

Ativistas alemãs do Youtube como Bibi, Dagi Bee ou Lisa Sophie Laurent sobrepujam-se reciprocamente na apresentação de seus apartamentos na internet. Autênticos? Mais ou menos, já que na decoração eles têm de levar em contar os seus patrocinadores. Usando na busca as expressões “Wohnungstour” ou “Roomtour”, pode-se encontrar vários canais no Youtube.