Como mora a Alemanha

Aconchego alemão? Como é a sala de estar típica da Alemanha e que peça do mobiliário é indispensável.

Wohnzimmer
Getty Images/Westend61

Alemanha. 4ZKB – esse é o código para um apartamento de aluguel tipicamente alemão. A tradução é: 4 quartos, cozinha, banheiro. Um segundo B no final significa um certo luxo: pois então o apartamento tem também um balcão. A planta usual contém um vestíbulo com guarda-roupa, que dá para a sala de estar, o quarto de casal, o quarto das crianças, a cozinha e o banheiro. 

Quem visita os alemães é recebido no vestíbulo. Lá é feita a pergunta: é para tirar os sapatos ou posso ficar com eles? Então a visita é levada para a sala de estar, senta-se no sofá e mergulha imediatamente no aconchego do lar alemão. O toque individual é dado por fotos, quadros, plantas e decoração, que revelam frequentemente muito sobre a personalidade dos moradores. O papel de parede branco não mais a norma, a ousadia na aplicação de cores é agora a tendência. 

Meu lar é o meu sofá 

Segundo uma enquete, o sofá é móvel predileto. Nessa ilha do aconchego o alemão passa em média três horas por dia. Também um televisor de tela plana faz parte do inventário típico e forma um conjunto com a mesinha de centro e o sofá. Por outro lado, as pesadas estantes de parede inteira estão desaparecendo das residências. Elas se tornam supérfluas, pois os livros, vídeos e CDs podem ser armazenados digitalmente.

Atualmente, a cozinha está tendo um renascimento como ponto de encontro e comunicação. Quem dispõe de espaço suficiente, põe uma grande mesa de refeições no centro da cozinha para reunir os amigos. Cozinhar junto com amigos é celebrado como um evento.

Na Alemanha, as casas residenciais têm porão. Isso é prático, pois pode-se guardar no porão tudo que não encontra espaço dentro da casa. Também nos prédios residenciais, cada apartamento possui em geral um cubículo no porão, para a utilização como quarto de despejo.

Muitos alemães consideram sua moradia como um lugar de retiro privado. Suas janelas são cobertas por cortinas, seus jardins são protegidos com cercas. As visitas espontâneas não são usuais, mesmo os amigos mais chegados anunciam antes a sua visita. 

So wohnt Deutschland

Moradia usual e moradia sonhada 

A maioria dos alemães mora em prédios residenciais como inquilino – mas muitos gostariam de ter sua casa própria com um jardim. Já que o preço dos imóveis nas áreas metropolitanas está subindo rapidamente há alguns anos, uma casa própria só é acessível para muitos nas regiões do interior. Quem quer morar no campo precisa conformar-se frequentemente com um longo percurso diário para o trabalho. 

Mas com um pouco de coragem e talento de improvisação, sonhos extraordinários de moradia podem tornar-se realidade. Por exemplo, morar sobre a água. Nos rios em torno de Berlim, Leipzig e Hamburgo surgiram nos últimos anos algumas colônias de barcos-casas

So wohnt Deutschland

Mais espaço em cômodos pequenos 

Desde o pós-guerra, a área de moradia aumenta continuamente. Atualmente, cada pessoa na Alemanha dispõe em média de 46 metros quadrados. Mas nas metrópoles as moradias estão cada vez mais raras e caras. Quem deseja morar num bairro requintado, tem de contentar-se com pouco espaço. Por isso, a tendência é de ideias para moradia em cômodos pequenos. 

Dispendiosos quartos de estudante 

Sobretudo para os estudantes, os elevados aluguéis nas cidades universitárias são uma sobrecarga financeira. Em Munique, eles têm de pagar um aluguel mensal de 634 euros para um típico apartamento estudantil de 30 metros quadrados. Apenas cerca da metade disso é paga pelos estudantes em Leipzig. Mas mesmo um quarto numa república é frequentemente difícil de encontrar no início do semestre letivo. 

A solução seriam as Tiny Houses? Um dos projetos mais populares é o do miniapartamento por 100 euros, que o jovem arquiteto Van Bo Le-Mentzel desenvolveu no Bauhaus Campus de Berlim.

Isso ainda é uma utopia. O certo é que a Alemanha necessita de novos modelos flexíveis de moradia para uma sociedade em transformação – do apartamento estudantil de preços módicos até à moradia apropriada para os velhos. 

Fatos sobre as moradias na Alemanha

 

  • 54% dos alemães moram em apartamentos de aluguel – tantos como em nenhum outro país da Europa. Somente cerca de 46% possuem uma casa ou um apartamento.
  • Dependendo da região, os custos de aluguel perfazem entre um quarto e um terço da renda mensal do inquilino.
  • Munique é a cidade com os aluguéis mais altos, seguida de Frankfurt e de Stuttgart.
  • Em média, cada habitante da Alemanha dispõe de 44,6 metros quadrados de área residencial.
  • A maioria dos alemães vive em prédios residenciais com até dez apartamentos. Cerca de um quarto da população mora em grandes conjuntos habitacionais ou em prédios altos; um terço, em casas unifamiliares.
  • Estatisticamente, vivem em média duas pessoas num domicílio.
  • Cerca de um sexto dos alemães mora sozinho.
  • Em apenas 0,5% de todos os domicílios na Alemanha vivem três ou mais gerações sob o mesmo teto. 

© www.deutschland.de