“Para nós, a política é sexy”

Só um pouquinho cor-de-rosa? Ou uma explosão de energia do feminismo na Alemanha? Magazines convincentes, moda com mensagens e uma manifestação em Berlim indicam essa direção.

Feminism
Feminism Fotolia - Feminism

Alemanha. No Women20-Summit, quando perguntaram à chanceler federal alemã Angela Merkel se ela era feminista, ela esquivou-se de dar uma resposta direta. Mas há sinais que indicam que o feminismo na Alemanha está novamente crescendo, depois de muitas mulheres terem se distanciado dele nos últimos anos. deutschland.de expõe aqui alguns desses sinais:

Magazines

“Para nós, a política é sexy”, afirmam as produtoras do novo magazine „F MAG“., que nada tem a ver com o clichê de uma revista feminina. Nele não existem receitas culinárias nem horóscopos, pois se trata da mulher que pensa política e livremente, mas que também se interessa pela moda e por homens. Outro magazine reativado, „die dame“, que nas décadas de 1920 e 1930 já apresentava uma imagem moderna da mulher, também tematiza agora a independência feminina.

Blogs

Histórias, corpos, cultura da rede. Os membros da associação „Mädchenmannschaft“ têm uma clara ideia sobre muitos temas e a expressam eloquentemente no seu blog. O megafone cor-de-rosa, que serve de logotipo, indica a direção a ser tomada. Esse blog é apenas um entre vários fóruns de mulheres para mulheres. Ele já foi indicado para o “Grimme OnLine Award” e para o Prêmio Alternativo da Mídia.

Moda

“My body, my business” ou “We should all be feminists”. Tais mensagens em camisetas também são preferidas por mulheres na Alemanha. Isto já é feminismo ou somente a comercialização de uma ideia? Existe muita discussão sobre isto. Duas blogueiras de Berlim produziram agora uma coleção de moda com o nome „Bonjour Simone“, fazendo alusão à escritora francesa e feminista Simone de Beauvoir.

Manifestações

Gorros de lã cor-de-rosa diante da Porta de Brandemburgo. Em janeiro de 2017, quando milhares de pessoas saíram às ruas em Washington, manifestando-se contra a política do Presidente norte-americano Donald Trump, muitas mulheres na Alemanha demonstraram sua solidariedade, saindo também às ruas. Isto é o retorno do ativismo feminino? Vamos ver.

© www.deutschland.de