O mesmo dinheiro para todos?

O salário básico incondicional é a resposta à transformação do mundo do trabalho na Indústria 4.0?

Salário básico incondicional. Partilha para todos?
Salário básico incondicional. Partilha para todos? dpa

O que acontecerá com os empregados, cujas atividades forem assumidas pelos robôs? Cada pessoa na Alemanha deverá receber dinheiro do Estado para poder cobrir o sustento necessário para viver? Esse dinheiro corresponderia à atual subvenção de assistência social mais o subsídio para os custos de habitação. O persistente debate sobre um salário básico incondicional, o BGE,  que está se tornando muito aferrado frente às crescentes digitalização e automatização.

Um dos lançadores da ideia é o fundador da cadeia farmacêutica Götz Werner, que em 2007 publicou o livro “Salário para todos”. Ele defende a ideia de que toda pessoa  deve ser paga e financiada através de um imposto mais alto sobre o valor acrescentado. No fundo, trata-se de um novo sistema social. Essa ideia é em parte aceita por associações e partidos, mas é também criticada. O que é a favor e o que é contra? Um resumo:

Os argumentos a favor:

Um salário básico incondicional seria bom, pois...

  • poderia absorver as consequências da transformação industrial.
  • seria menos burocrático do que o sistema social e o sistema de aposentadoria atuais.
  • seria mais justo do que o sistema social atual.
  • daria maior segurança aos empregados, possibilitando uma maior auto-realização.
  • os que procuram um trabalho poderiam rejeitar um emprego muito mal pago no setor de baixo salário.
  • o mercado de trabalho seria mais flexível.

Os argumentos contra:

Um salário básico incondicional seria ruim, pois...

  • quase não teria fundos no orçamento federal.
  • através dele se eliminaria o sistema social existente na Alemanha.
  • os efeitos sobre o sistema de aposentadoria e os sistemas de seguridade seriam especulativos.
  • o seu financiamento através do imposto sobre o valor acrescentado diminuiria o poder aquisitivo.
  • um financiamento através do imposto sobre a fortuna ou sobre o imposto de renda não seria nem suficiente nem justo.
  • faltariam trabalhadores em regiões rurais, pois não haveria estímulo para trabalhar lá.
  • quase ninguém gostaria mais de trabalhar.

O salário básico incondicional ainda não é praticável

Ainda não haveria respostas para as questões essenciais sobre o sistema de aposentadoria, o sistema social, o financiamento e os efeitos sobre o mercado de trabalho. Uma das razões disto é que os testes com modelos não produzem dados confiáveis, pois são temporariamente limitados, o que influencia a atuação das pessoas que são testadas. Além disso, a esquerda e os librais dominam o debate.  Enquanto a maioria dos sindicatos e das associações da economia rejeitam essa ideia, os que estão a favor dela – os economistas neoliberais e os dirigentes políticos da esquerda – brigam por causa das formulações.