A educação torna-se digital, multimedial, global

O corona impulsiona o ensino eletrônico: muitas pessoas estão aprendendo agora com uso de recursos digitais. O professor Marco Kalz revela quais oportunidades são abertas através disso.

Vamos aprender somente on-line dentro em breve?
Vamos aprender somente on-line dentro em breve? ty - stock.adobe.com

A educação se torna digital, global e multimedial. O professor Marco Kalz, diretor do curso de Ensino Eletrônico e Formação de Mídia na Escola Superior de Pedagogia em Heidelberg, fala sobre o futuro da aprendizagem.

Professor Kalz, uma estudante no México pode, graças às ofertas digitais, frequentar uma universidade alemã sem sair de casa, ou absolver um curso de alemão junto com alunos internacionais – que vantagens e desvantagens trazem esse tipo de ensino global?

A aprendizagem baseada na tecnologia possibilita um mercado global de educação, no qual as fronteiras nacionais não desempenham mais nenhum papel. Especialmente através das ofertas abertas de formação surgem assim novas opções de acesso. Infelizmente, isso nem sempre significa o surgimento de mais chances de educação para as pessoas nas regiões desfavorecidas. Nesta questão são decisivos a competência em relação à mídia e o acesso à internet.

Professor Marco Kalz
Professor Marco Kalz

O senhor acredita que algum dia nós não teremos mais nenhum tipo de aulas de face a face?

Não, eu não acredito nisso e espero que não seja assim. Mas eu gostaria que a aprendizagem digital, impulsionada agora pela crise do coronavírus, seja estabelecida como uma alternativa séria.

Estamos vivendo, através da crise do coronavírus, um avanço no ensino eletrônico?

Aqui eu falaria de uma mudança pragmática: muitos professores e professoras somam agora experiências com o ensino eletrônico. Eu espero que isso seja adotado depois da crise e que sejam oferecidas objetivamente medidas de reciclagem para os docentes de escolas e universidades. Na Espanha, os docentes já são treinados há muito no aproveitamento da mídia digital, através de cursos on-line de livre acesso. Em vez de falar apenas sobre infraestrutura e plataformas de aprendizagem, nós deveríamos cuidar também intensivamente das competências digitais do pessoal docente, depois da crise.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: