Suba a cortina!

Quem vai se destacar, quem fará sucesso em 2020? Criamos uma lista para você ficar atento.  Estes nomes você não deve esquecer.

Designer Yolanda Zobel
Designer Yolanda Zobel AFP via Getty Images

Yolanda Zobel, porque ela reconheceu os sinais dos tempos

A casa de alta-costura francesa Courreges causou sensação nos anos 1960 com criações futuristas e formas geométricas. Botas rasas e minissaias chegaram aos guarda-roupas de Jackie Kennedy e Catherine Deneuve. Mas então a marca desapareceu do radar - até que a bilionária família francesa Pinault a revivesse em 2018 e contratasse Yolanda Zobel como diretora artística da marca. A designer alemã virou a loja de cabeça para baixo e agora está focada em sustentabilidade na moda. Um tecido à base de algas substitui o famoso visual de vinil. O show mais recente no Canal St. Martin, em Paris, aconteceu diante de fileiras de cadeiras dobráveis ​​de madeira. Com uma abordagem consciente do ponto de vista do meio ambiente, a casa de moda agora é mais relevante do que nunca.

Hartmut Dorgerloh, porque ele quer mostrar algo ao mundo

Durante vários anos, se planejou, debateu, projetou e construiu. O projeto cultural mais ambicioso da Alemanha será aberto em 2020: o Fórum Humboldt de Berlim. O "Museu do Mundo" trata de nada menos do que a questão "o que diferenciou as pessoas em todos os momentos e em todos os lugares". Hartmut Dorgerloh assumiu a responsabilidade por isso. Como diretor-geral da Fundação Prussiana de Palácios e Jardins Berlim-Brandemburgo, ele conseguiu mostrar como transmitir conteúdos mais complicados a um amplo público. No Fórum Humboldt, ele concilia várias instituições. "É quase como se quatro pessoas se mudassem para um apartamento, sem antes terem morado em uma república", diz ele. A ansiedade é justificada.

Diretor-geral Hartmut Dorgerloh
Diretor-geral Hartmut Dorgerloh dpa

Sabine Gabrysch, porque ela olha para o bem grande

Como assistente em uma clínica na Suécia, a jovem médica lidou com "saúde pública" pela primeira vez. Em uma segunda faculdade, para se tornar epidemiologista, em Londres, ela ampliou sua visão de "saúde global". Sabine Gabrysch trabalha em "Saúde Planetária" no Hospital Charité em Berlim desde 1º de junho de 2019, ocupando-se com a saúde da civilização humana e do meio ambiente. Sabine Gabrysch é a primeira professora universitária alemã de mudança climática e saúde. E vamos ouvir falar dela porque "não consigo ficar de boca fechada quando há perigo iminente", diz ela.

Epidemiologin Sabine Gabrysch
Epidemiologista Sabine Gabrysch Jochen Sand

Jürgen Klopp, porque ele quer tornar um sonho realidade

Quando o técnico alemão assumiu o cargo no Liverpool, em outubro de 2015, o glorioso passado de 18 campeonatos ingleses já estava bem distante. Os torcedores sonhavam com o título, mas a equipe jogava sem motivação e confiança, posicionada no meio da tabela. Os rivais de Manchester e Londres eram os principais concorrentes. Mas Jürgen Klopp tinha um plano: ele queria transformar "céticos" em "crentes", filosofou quando assumiu o cargo. Então, ele deu a sua equipe uma ofensiva incondicional e incutiu nos jogadores que nunca desistissem. O resultado: hoje, a equipe está tão perto do campeonato quanto há 30 anos. Mas o que acontecerá com Klopp se o Liverpool ganhar o título? Se tornará um "deus do futebol"?

Técnico de futebol Jürgen Klopp
Técnico de futebol Jürgen Klopp picture alliance

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: