Assim dá certo o começo na profissão

Vocês iniciam a vida na Alemanha. Nós lhes indicamos os principais serviços de apoio. Diana e Elisabet contam a vocês, o que é importante observar.

Quem tem muitos contatos, adapta-se mais facilmente num novo país.
Quem tem muitos contatos, adapta-se mais facilmente num novo país. contrastwerkstatt/stock.adobe.com

Você deseja tentar algo novo e recomeçar na Europa? Então, a sua chance é agora. A União Europeia (UE) toma muitas decisões, para que os europeus possam trabalhar também em outros países da UE. Também pessoas de países fora da UE, com as qualificações requeridas, são apoiadas. Nós apresentamos os principais portais de internet para todos que querem estabelecer-se profissionalmente na Alemanha ou em outro país da UE. Além disso, as blogueiras do YouTube, Diana e Elisabet, contam sobre suas próprias experiências e como deu certo o seu começo na Alemanha.

O primeiro ponto de referência é o portal de imigração da UE. Nesse portal, são encontradas informações legais e atuais para todos que pretendem mudar-se dentro da Europa ou que querem transferir-se para a Europa, para trabalhar ou estudar.

EURES é o nome do portal europeu de mobilidade profissional, a sigla inglesa de “Serviços Europeus de Empregos”. Aí pode-se encontrar ofertas de emprego para pessoal qualificado, mas também vagas para estágio prático e programas de formação profissional para jovens em toda a Europa. Interessantes são também os relatos de experiências de pessoas que já vivem no exterior. Dessa maneira, pode-se obter informações sobre as condições de vida e de trabalho nos países membros da UE, por exemplo, sobre seguros e impostos. Em caso de perguntas especiais, pode-se até mesmo contatar diretamente um orientador do EURES.

A Alemanha pode surpreender às vezes – mas com alguns truques é fácil obter êxitos iniciais. Diana é canadense e colombiana, e conta como foi para ela, mudar-se para a Alemanha. Além disso, ela revela também como se pode adaptar rapidamente à vida no exterior.

Um apoio rápido é oferecido pelo portal «Make it in Germany», do governo federal alemão. Nele, pode-se encontrar ofertas de emprego e informações em 15 idiomas como ajuda para o começo na Alemanha. Especialistas respondem a consultas por telefone, chat ou e-mail.

Que qualificações são exigidas em que país? Também isso é pesquisado pela UE. O Centro Europeu para o Desenvolvimento da Formação Profissional mostra as tendências futuras nos mercados de trabalho de todos os países membros da UE. Por exemplo, no prognóstico para a Alemanha pode ser constatado, que 27.000.000 de vagas terão de ser preenchidas até 2030, a maioria delas com pessoal de qualificação média e alta. Novas contratações são necessárias sobretudo na administração pública, na área comercial e no setor de prestação de serviços.

Elisabet tem para você sete dicas para um início bem-sucedido da carreira profissional na Alemanha. A espanhola vive na Alemanha e, no seu vídeo, responde a questões como: Eu tenho realmente de aprender alemão? Como posso ficar conhecendo a cultura alemã? E, como pode ser bem-sucedido o ingresso na vida profissional?

A UE também informa na internet, de forma sucinta, sobre o direito de residência. Você marca a situação que lhe diz respeito e pode saber, por exemplo, se você tem um direito a benefícios sociais, caso perca alguma vez o seu emprego.

Para todos os cidadãos de UE vale o direito de livre trânsito. Isso significa: todo cidadão ou cidadã da UE, com um documento válido de identidade, pode morar até três meses num outro país da UE, sem necessidade de registrar-se. Depois disso, é necessário registrar o endereço de moradia na maior parte dos países da UE.

Uma ferramenta importante para candidatar-se a um emprego na UE é o Europass, um currículo padronizado, que todos podem elaborar através de um editor de texto on-line. O Europass é composto de um currículo tradicional, informações sobre os conhecimentos de línguas e sobre as estadias anterior no exterior, bem como documentos, nos quais são especificados os certificados de caráter nacional, além do conteúdo de formação profissional ou o currículo universitário, para melhor comparabilidade internacional.

Compilamos ainda para vocês muitas outras boas dicas para o começo no mercado de trabalho alemão.

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: