Make it in Germany – o portal para pessoal qualificado

Quem quiser viver e trabalhar na Alemanha, recebe aqui o apoio necessário.

A economia alemã busca mão de obra internacional qualificada.
A economia alemã busca mão de obra internacional qualificada. picture alliance/dpa

Kerstin Krey é responsável pelo portal “Make it in Germany” no Instituto da Economia Alemã, em Colônia. Aqui ela esclarece como e a quem o portal criado em 2012 pode ajudar.

Sra. Krey, o que é “Make it in Germany”?
Make it in Germany” é o portal central e oficial para pessoal qualificado estrangeiro, que quer vir para a Alemanha, para trabalhar aqui. Nele se pode encontrar todas as informações necessárias. Que qualificações são procuradas, como se pode entrar no país, que formalidades têm de ser observadas. Além disso, através do nosso portal nós também ajudamos os empregadores na Alemanha a encontrar a adequada mão de obra qualificada do estrangeiro. Queremos facilitar o caminho dos profissionais qualificados até aqui. Queremos mostrar-lhes que a Alemanha é um belo lugar para trabalhar, mas também naturalmente para se viver.

O portal “Make it in Germany“ informa os interessados em muitas línguas.
O portal “Make it in Germany“ informa os interessados em muitas línguas.

Quais são as profissões mais procuradas na Alemanha?
Em geral, todos os ramos estão procurando urgentemente profissionais. As profissões mais procuradas atualmente, por causa da virada energética, são as de técnico de calefação e de aquecimento, ou seja, técnicos e instaladores em ofícios técnicos e manuais. Além disso, há também a demanda de engenheiros com conclusões universitárias e formandos nas disciplinas MINT (Matemática, Informática, Ciências Naturais e Tecnologia). O setor da saúde precisa de cuidadores e cuidadoras, médicos e médicas. Desde a pandemia também há falta de pessoal nos setores de hotéis e restaurantes e no ramo da logística. Todos estes setores e ramos estão procurando ativamente pessoal especializado.

De quais regiões do mundo vêm os mais interessados e onde a Alemanha está procurando com maior empenho?
Na verdade, esses dois âmbitos se cruzam e isso dado ao fato de que é lógico que as pessoas de países, que já têm uma grande comunidade na Alemanha, queiram vir para trabalhar aqui. Isso é o que acontece no caso da Índia, quanto às profissões de engenharia e TI. A Alemanha também tem uma boa fama nos EUA, principalmente nos ramos da engenharia mecânica e da indústria automobilística. Ou também no México, como país de proveniência de engenheiros, engenheiras, médicos e médicas.   

De onde vem essa boa reputação da Alemanha?
Por um lado, naturalmente pelo fato de que os profissionais estão sendo procurados e são bem pagos aqui. E, por outro lado, as boas condições de trabalho exercem grande atração. Muitas leis protegem os empregados, existem tempos de trabalho regulamentados e regras de tempo parcial de trabalho. E a proteção de mães, pais e família está estabelecida por lei. A proteção laboral, ou seja, a segurança no trabalho é muito elevada na Alemanha. Comparando-se internacionalmente, temos aqui os mais altos padrões, os quais tornam este país muito atraente para trabalhadores internacionais.

Então, a Alemanha faz promoção no mundo todo para recrutar mão de obra profissional?
Acima de tudo há a premissa de que assumimos responsabilidade social quando queremos recrutar mão de obra profissional. Tomemos como exemplo o setor da saúde: é claro que não queremos recrutar profissionais médicos de regiões onde existe a falta de médicos e médicas ou de enfermeiros e enfermeiras. Nesse caso, respeitamos consequentemente as exigências da organização mundial de saúde WHO. Durante a pandemia, por exemplo, não fizemos – e ainda não fazemos – nenhuma promoção em todo o setor de saúde. Nós observamos o princípio de que não fazemos promoção de recrutamento de pessoal em regiões que estão com falta desses profissionais. Na maioria das vezes entramos em contato com as administrações de trabalho dos países em questão. Isso é o que a Agência Federal de Trabalho da Alemanha faz regularmente. Na maioria dos casos fazemos promoção onde há excesso de ofertas de jovens que têm formação em um segmento especial. 

Kerstin Krey de “Make it in Germany“.
Kerstin Krey de “Make it in Germany“. privat

Então, quem encontrou um empregador já se realizou?
Não, ainda não! Ainda existe um último obstáculo, em cuja superação nós ajudamos: é o processo de reconhecimento da conclusão profissional. E isto não é tão fácil, devido aos elevados padrões alemães na comparação internacional. Além disso, muitos Estados federados alemães têm diferentes requisitos de contratação. Quanto a profissões acadêmicas, é mais simples, pois os diplomas universitários podem ser facilmente comparados. Temos também muita experiência neste ponto. Mais difícil é a verificação das qualificações profissionais, pois a formação dual da Alemanha só existe em poucos países. Tentamos ajudar concretamente em todos os setores e procuramos contatar os profissionais com os parceiros certos. Se o website não puder ajudar, temos uma linha direta para chamadas e que também pode ser contatada por Chat ou E-Mail. Essa linha direta também tem grande competência em responder perguntas muito específicas e individuais.

Qual é a diferença entre Make it in Germany e outros portais de busca de emprego?
Nós nos entendemos como um portal que não é puramente um portal de emprego, mas antes um portal qualificado de imigração. Isto significa que tentamos explicar às pessoas como elas podem vir para a Alemanha, quais regulamentos existem e quais são as condições necessárias para tanto. Por isso, desenvolvemos o já mencionado “Quick Check”, no qual cada pessoa interessada pode ver na internet as respostas às suas perguntas, o que ela tem que apresentar, quais condições e quais passos são necessários para vir para a Alemanha.

www.make-it-in-germany.com

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: