A Alemanha em comparação internacional

Estes “rankings” internacionais revelam muitos pontos fortes da Alemanha – mas também um ponto fraco. 

A Alemanha está no 1º lugar do Nation Brand Index 2017.
A Alemanha está no 1º lugar do Nation Brand Index 2017. Westend61/Getty Images

A Alemanha está no 1º lugar no Nation Brands Index

Em 2017, a Alemanha alcançou a liderança no Nation Brands Index. Na pesquisa internacional sobre a imagem de 50 países, são inquiridas 1.000 pessoas em respectivamente 20 países. Elas avaliam os Estados de acordo com seis critérios: exportação, governança, turismo, investimentos e imigração, cultura, bem como população. Na Alemanha, os participantes apreciam em especial: os produtos alemães e o mercado de trabalho. Na governança, a Alemanha fica em 4º lugar, depois do Canadá, da Suíça e da Suécia. As notas mais baixas foram dadas à integração e – isto é surpreendente pelo menos para os alemães – à atratividade das paisagens.

A Alemanha é globalmente competitiva

No “ranking” do Fórum Econômico Mundial, a Alemanha está entre os países mais competitivos do mundo. Entre as 137 economias nacionais analisadas no Global Competitiveness Report 2017/2018, ela ocupou o 5º lugar, depois da Suíça, dos EUA, de Singapura e da Holanda. Foram avaliadas, entre outras coisas, a capacidade inovadora das firmas, as condições políticas básicas para a economia, bem como os mercados financeiros, a infraestrutura e o sistema educacional.

A Alemanha tem um mercado de trabalho atraente

Somente os EUA são mais apreciados pelos empregados que a Alemanha. Este é o resultado de um estudo do Boston Consulting Group e do mercado on-line de empregos Stepstone entre 366.000 empregados e 6.000 gerentes de pessoal em todo o mundo. Desde os levantamentos anteriores, a Alemanha melhorou alguns lugares na sua classificação e está agora à frente do Canadá e da Austrália.

A Alemanha precisa recuperar terreno na digitalização

17º lugar entre 35 países: na digitalização, a Alemanha precisa recuperar terreno. A ampliação da rede de fibra óptica só avança lentamente. No “ranking” de digitalização do Instituto Fraunhofer de Pesquisa de Sistema e de Inovação (ISI) e do Centro de Pesquisa Econômica Europeia (ZEW), também outros fatores desempenham um papel, como por exemplo, a digitalização da administração pública, a pesquisa para a digitalização ou os modelos digitais de negócios. O “ranking” da digitalização é parte de um amplo índice de inovação. Nele, a Alemanha tem uma classificação bem melhor, ocupando o 4º lugar.

© www.deutschland.de