A indústria alemã. Seis dados convincentes.

A indústria é na Alemanha um fundamento de crescimento e bem estar muito mais forte do que em outros países.

Alemanha, praça industrial
BASF SE

O valor acrescentado bruto na indústria transformadora

Em 2017, a contribuição das indústrias transformadoras para o valor acrescentado bruto na Alemanha foi de 23,4 por cento. Comparando-se: na França, ela foi somente de 12,7 por cento e no Reino Unido, de 10,1 por cento.

Volume de vendas na indústria

As empresas da indústria transformadora tiveram em 2017 um volume de vendas de 1 893 bilhões de euros. A campeã foi a indústria automobilística com 425 bilhões de euros.

O emprego na indústria

Em 2017, 6,2 milhões de empregados trabalharam na Alemanha em 45 308 empresas industriais com 20 ou mais empregados. São mais pessoas do que a população da Dinamarca.

Os mais importantes ramos industriais da Alemanha

A indústria na Alemanha é dominada por 4 ramos: o ramo automobilístico, a engenharia mecânica, a química e a indústria eletrônica. Os maiores grupos empresariais são:  Volkswagen, Daimler, BMW (todos do ramo automobilístico) BASF (química) e Siemens (eletrônica). A engenharia mecânica é caracterizada pelas pequenas e médias empresas.

A quota de exportação da indústria

A quota de exportação da indústria é de 48,4 por cento, sendo que os fabricantes alemães de automóveis produzem no estrangeiro o dobro de veículos do que na Alemanha. 

Investimentos na pesquisa

Em 2016, a indústria transformadora investiu 53,4 bilhões de euros em pesquisa e desenvolvimento. O resto da indústria investiu 9,5 bilhões de euros.

© www.deutschland.de