Global e local em prol do clima

A Conferência Mundial do Clima estabelece uma diretriz – mas as ações são implementadas nos municípios e cidades. Cinco fatos sobre proteção climática municipal

A proteção climática é prioridade também nos municípios.
A proteção climática é prioridade também nos municípios. picture alliance / SULUPRESS.DE

1. A proteção climática é uma tarefa global. As conferências climáticas mundiais fornecem uma diretriz para isso. Já em 2015, o Acordo de Paris estabeleceu o objetivo de limitar o aquecimento global a bem abaixo de dois graus centígrados, ou se possível 1,5 grau, em comparação à época pré-industrial.

2. A Alemanha e a União Europeia estão visando objetivos ambiciosos. Na Lei de Proteção Climática, que foi modificada pela última vez em 2021, o governo alemão reforçou as metas: até 2030, as emissões de gases de efeito estufa devem ser reduzidas em 65 % em relação a 1990, e a neutralidade dos gases de efeito estufa deve ser alcançada até 2045. Com um Acordo Verde, a UE está se esforçando para fazer da Europa até 2050 o primeiro continente neutro em relação ao clima.

3. As autoridades locais desempenham um papel fundamental na proteção do clima, tanto nas grandes cidades quanto nos vilarejos. É por isso que a Iniciativa Climática Nacional do Ministério Federal Alemão do Meio Ambiente apoia especificamente projetos em cidades, municípios e distritos rurais. De 2008 até o final de 2020, a iniciativa apoiou no âmbito das diretrizes municipais cerca de 18.700 projetos em mais de 3.975 municípios, com cerca de 820 milhões de euros.

4. A proteção climática está, já há muito tempo, no topo da agenda dos municípios. No chamado Barômetro OB do Instituto Alemão de Urbanismo, os quesitos “clima, energia, sustentabilidade” encabeçaram a lista das questões futuras mais importantes para os prefeitos, em 2021, com uma cota de 53 %.

5. Os cidadãos e cidadãs também esperam que sejam tomadas medidas concretas nos municípios. Numa pesquisa encomendada pela Fundação Bertelsmann, mais da metade dos entrevistados (55 %) afirmou já estar sentindo as consequências da mudança climática em sua cidade ou município. Eles desejam, por isso, muito mais proteção climática no lugar onde vivem.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: