Inspiração a copiar

Um futuro mais verde e sustentável: Apresentamos aqui três influenciadores que se empenham por isso nas suas plataformas.

Anna Schunck dá dicas nas mídias sociais.
Anna Schunck dá dicas nas mídias sociais. privat

Anna Schunck (@viertelvormag), jornalista e ativista do clima

“Junto com o cinegrafista Marcus Werner, fundei a revista on-line sustentável ‘Viertel \ Vor’. O objetivo: divulgar a sustentabilidade da forma como os grandes blogs de estilo faziam naquela época. Com diversão e estilo. Queríamos aprender com nossos leitores e dar pequenos passos na direção certa. Na vida cotidiana, eu confio em pequenas mudanças com um grande efeito. Por exemplo, a mudança para um fornecedor de eletricidade que seja o mais regional possível. Mas também precisamos de grandes passos e mudanças estruturais, porque não podemos salvar o mundo por nossa conta”.

Marvin Rüb (@rescueplanetlife), universitário e ambientalista

Marvin Rüb tem sua própria página de proteção ambiental.
Marvin Rüb tem sua própria página de proteção ambiental. privat

“Eu me interesso pelo meio ambiente e pela natureza desde muito jovem. Quando tinha cinco anos de idade, eu já salvava sapos na rua. Hoje, com minha página de proteção ambiental ‘RescuePlanetLife’, quero sensibilizar o maior número possível de pessoas nas mídias sociais para o tema da proteção ambiental. Queremos mobilizar as pessoas com ações participativas, como o Prêmio Jardim/Balcão. Os critérios para os jardins mais ecológicos são: insetos, bebedouros, ajuda para a nidificação, recantos selvagens para ouriços e camundongos ou uso orgânico de composto. Toda contribuição ajuda, não importa se for pequena”.

Marisa Becker (@mysustainableme), jornalista e especialista em sustentabilidade

Marisa Becker esclarece também através de um podcast.
Marisa Becker esclarece também através de um podcast. privat

“Se você quiser ser ouvido hoje, você tem de ir aonde estão os jovens: às mídias sociais. Com meus relatos, quero educar, transmitir conhecimento e inspirar as pessoas a fazerem o mesmo – em pequenas porções, de passagem e de maneira fácil de entender. Ao fazer isso, é importante para mim enfatizar que não salvamos o clima como consumidores, mas precisamos sim de mudanças políticas. É por isso que estou engajada num partido político, mas também presto atenção na vida cotidiana, por exemplo, a qual banco eu dou meu dinheiro. Porque nosso dinheiro tem um impacto. E nós podemos decidir como e onde”.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: