Feminismo do ponto de vista masculino

Dois embaixadores “HeForShe”, da ONU Mulheres, dizem como os homens podem ser parte da solução na luta pela igualdade.

Vincent-Immanuel Herr e Martin Speer mobilizam os homens pelo feminismo.
Vincent-Immanuel Herr e Martin Speer mobilizam os homens pelo feminismo. Phil-Dera

O Dia Internacional das Mulheres é o 8 de março. É por isso que nossa campanha “Mulheres Moldando nosso Futuro” apresenta personalidades e projetos inspiradores da Alemanha e mostra como elas estão trabalhando para fortalecer os direitos das mulheres em todo o mundo.

Vincent-Immanuel Herr & Martin Speer
Vincent-Immanuel Herr e Martin Speer são autores, feministas, consultores, europeus convictos e dois de seis embaixadores “HeForShe” da ONU Mulheres na Alemanha.

O que faz de vocês feministas?
Herr: Os homens como feministas reconhecem que atualmente as mulheres no mundo inteiro ainda não têm as mesmas oportunidades, possibilidades e segurança que os homens e que elas também podem e devem ser parte da solução. Como homens devemos assumir um papel de apoio, nem mais e nem menos, pois o feminismo é um movimento iniciado e liderado por mulheres.

É por isso que vocês estão engajados na campanha global #HeForShe da ONU Mulheres?
Speer: Só juntos podemos alcançar uma sociedade igualitária em termos de gênero. Para que possamos progredir, os homens em particular têm que reconhecer as injustiças e refletir criticamente sobre seus próprios modelos e padrões de comportamento. Isto ainda acontece muito raramente. É aqui que entra a campanha “HeForShe”. Os homens sensibilizam e mobilizam outros homens e apontam possíveis soluções. Como embaixadores “HeForShe” da ONU Mulheres na Alemanha, damos uma contribuição e apoiamos indivíduos, empresas e instituições públicas no caminho para mais justiça.

Na Europa, podemos aprender muito uns com os outros sobre isso.

Martin Speer, embaixador “HeForShe“

Por que um intercâmbio a nível europeu também é decisivo quando se trata de feminismo?
Speer: A Europa unida, e também o mundo, seria um lugar melhor, mais pacífico, mais saudável e economicamente mais bem sucedido se fosse mais feminista. Em nosso livro “Europe For Future” mostramos em 95 teses como a UE pode se desenvolver ainda mais. Muitos problemas do nosso tempo não podem ser separados da questão de justiça de gênero. Na Europa, podemos aprender muito uns com os outros. O modelo sueco de licença paternidade, por exemplo, mostra com sucesso como mais homens podem assumir a responsabilidade por seus filhos, as ideias instigantes de Kristina Lunz apontam o caminho de como uma política externa feminista pode levar a um futuro mais pacífico, e uma lei de paridade baseada no modelo francês ou espanhol ajudaria a romper o teto de cristal da política e levar mais mulheres aos parlamentos.

 


Participe!

Vocês querem se interconectar com pessoas engajadas, falar sobre ideias e se inspirar mutuamente? A oportunidade está aqui! No nosso sorteio, você tem a chance de
 

  • participar de um exclusivo Workshop digital de Herr & Speer sobre os temas do feminismo, da diversidade e de HerforShe  
  • de participar de um grande evento virtual sobre a interconexão pessoal com fundadoras da Alemanha e do mundo

O que você precisa fazer para isso é: comentar até 27 de março uma das nossas postagens #FemaleFuture dos nosso canais de mídia social, contando-nos porque você se interessa tanto pelo tema da igualdade de direitos. 

Mais informações sobre a campanha, vocês encontram no nosso canal do Instagram.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: