Caça a criminosos na internet

Crime cibernético – aqui você pode ficar sabendo como a polícia alemã e seus parceiros internacionais estão combatendo o crime cibernético.

“Malware” criminoso infectou um laptop
“Malware” criminoso infectou um laptop picture alliance/dpa

Os crimes na internet não conhecem fronteiras, como a própria internet. A cooperação internacional é, portanto, fundamental na caça aos gângsteres digitais. Um exemplo: Alguns dias antes do Natal de 2020, conseguiu-se bloquear o serviço de anonimização Safe-Inet e confiscar cerca de 50 servidores, incluindo dados. Este sucesso só foi possível “graças à excelente cooperação com nossos parceiros em todo o mundo”, disse posteriormente o chefe de polícia de Reutlingen, Udo Vogel. A polícia de Reutlingen tinha liderado a operação e participaram da operação a polícia europeia Europol, o FBI, bem como as polícias holandesa, francesa e suíça. O resultado: não existe mais a Safe-Inet, segundo a Europol a “VPN favorita dos criminosos cibernéticos”.

O que é crime cibernético?

Crime cibernético é o crime na internet ou com a ajuda da internet. Ele inclui a distribuição de pornografia infantil, mas também o tráfico de armas e narcóticos, “phishing” de dados de acesso pessoal, fraude e resgate, que codifica os dados das vítimas a fim de extorquir um resgate. Quando os criminosos cibernéticos usam malware, “a grande maioria visa um resgate. E eles são agora capazes de paralisar estruturas inteiras, empresas inteiras”, afirmou Markus Koths, chefe do grupo de crimes cibernéticos do Departamento de Polícia Federal (BKA), numa entrevista. Mas o perigo no mundo real também é considerável: recentemente, tal chantagem foi dirigida contra vários hospitais na Alemanha. Eles ameaçaram sua infraestrutura digital – e, portanto, a saúde e até mesmo a vida dos pacientes.

A polícia alemã e seus parceiros internacionais

A polícia alemã está organizada de forma federalista. Além das forças policiais sob a soberania dos Estados federais e organizadas em delegacias municipais e órgãos estaduais (LKA), há o Departamento de Polícia Criminal Federal (BKA) e a Polícia Federal, mas esta última não está autorizada a agir em todos os lugares. A maioria das delegacias de polícia, o LKA e o BKA possuem repartições especializadas em crimes cibernéticos – foi assim que os especialistas de Reutlingen descobriram a pista da Safe-Inet. Ao lado das forças policiais de outros países, a Interpol e a Europol com seus departamentos especializados EC3 (European Cybercrime Center) e J-Cat (Joint Cybercrime Action Taskforce) são os parceiros mais importantes da Alemanha.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: