Superando a divisão

A reunificação da Alemanha comprovou a Nova Ordem da Europa. Aqui, vocês ficam conhecendo as causas e os fatos mais importantes desse acontecimento.

Michail Gorbatchev, Lech Walesa e Angela Merkel, em 2009 em Berlim.
Michail Gorbatchev, Lech Walesa e Angela Merkel, em 2009 em Berlim. picture-alliance/ dpa

O começo do fim da divisão da Europa e o começo da reunificação da Alemanha aconteceram dez anos antes daquele 3 de outubro de 1990, o “Dia da Unidade Alemã”, que desde então passou a ser feriado nacional. Em 14 de agosto de 1980, quase todos os 17 000 operários e operárias do Estaleiro Lenin, na cidade portuária de Gdansk, na Polônia, entraram em greve. Naquela época, as pessoas, que viviam atrás da “Cortina de Ferro”, assim chamada no oeste, tinham reconhecido que suas vozes não deveriam mais ser oprimidas para sempre. Cinco anos depois, em 11 de março de 1985, era eleito em Moscou um novo secretário-geral do Partido Comunista , Michail Gorbatchev. Este seria o segundo passo mais importante em direção à unidade alemã e à liberdade europeia. O caminho, que levaria ao 14 de agosto de 1980, deveria ser longo e doloroso, pois muitas pessoas iriam perder a sua liberdade ou até mesmo a sua vida, até que chegasse o ano de 1990, que finalmente traria, através do Tratado Dois-mais-Quatro e do acordo de adesão, as bases jurídicas para uma ordem liberal em toda a Alemanha e na Europa.    

Dia 6 de novembro de 1989. Mais de 500 mil habitantes de Leipzig exigem democracia.
Dia 6 de novembro de 1989. Mais de 500 mil habitantes de Leipzig exigem democrac picture alliance / Lehtikuva Oy

A Alemanha, que estivera dividida desde 1949 – quatro anos depois da II Guerra Mundial –, conseguiu novamente unir-se pacificamente, impulsionada pela coragem de muitos cidadãos e cidadãs da RDA, que lutaram pela liberdade e pela democracia:
 


Antes da reunificação, teriam de ser criados os fundamentos jurídicos para acalmar os receios que acompanhavam a instituição daquela Alemanha forte e densamente povoada no centro da Europa. O instrumento para se conseguir isso foi o Tratado Dois-mais-Quatro, no qual a República Federal da Alemanha, a RDA e as potencias vencedoras da II Guerra Mundial – EUA, União Soviética, Reino Unido e França – negociaram sobre as fronteiras da Alemanha e as condições da reunificação: Seis llegan a la meta

Depois da reunificação, as tarefas começaram a ser assumidas pela Alemanha: as diferentes condições de vida deveriam ser ajustadas, o que também se deveria fazer com a economia, a ciência, os jardins de infância, os sistemas escolares e a aposentadoria:  25 anos Alemães

Trinta anos depois desse acontecimento histórico, muita coisa cresceu em união, mas não tudo. Aqui, vocês têm um balanço:  A Alemanha sem o Muro
e aqui:  Um país – muitas diferenças

E o que sentem os jovens alemães pela sua pátria, a qual conhecem como dividida apenas pelas narrações dos seus pais? Deutschland.de falou com pessoas que nasceram no ano da Queda do Muro:
 


Para saber mais sobre o tema da Unidade Alemã:
 

 

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: