Empresa jovem, grande potencial

Sucesso na digitalização: As empresas emergentes da Alemanha são uma sensação em toda a Europa. Aqui estão três exemplos.

Empresas emergentes alemãs marcam pontos com soluções digitais.
Empresas emergentes alemãs marcam pontos com soluções digitais. zorandim75 - stock.adobe.com

Na sua seleção atual das 50 empresas emergentes mais promissoras, a rede europeia de investidores Tech Tour lista onze empresas alemãs. Apresentamos aqui três delas com seus bem-sucedidos conceitos digitais.

Babbel: Os linguistas profissionais

O Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) foi um dos primeiros patrocinadores do aplicativo Babbel. Entretanto ele se tornou o aplicativo digital linguista mais vendido no mundo. A plataforma de e-learning oferece 14 idiomas. O progresso do aprendizado é armazenado na nuvem para que seja fácil prosseguir o aprendizado em diferentes aparelhos. A equipe Babbel também é internacional: mais de 750 funcionários de mais de 50 nações trabalham para a empresa em Berlim e em Nova York.

IDnow: Os peritos em segurança

A IDnow, com sede em Munique, oferece sua tecnologia para o intercâmbio digital seguro a empresas de todo o mundo. Os bancos e seus clientes, por exemplo, se beneficiam disso quando usam o processo IDnow para verificação rápida de identidade via vídeo on-line. IDnow também avançou na identificação automatizada nos últimos anos. A empresa emergente faz parte de um novo grupo de trabalho do Instituto Europeu de Normas de Telecomunicações (ETSI), que tem como objetivo desenvolver normas e diretrizes para assinaturas eletrônicas e relacionados serviços de confiança. Na crise do coronavírus, a IDnow manteve recentemente conversações com o governo britânico: a tecnologia IDnow poderia ajudar a identificar pacientes convalescentes.

Zenjob: Os mediadores de empregos

O modelo de negócios da Zenjob está atualmente sob pressão: a empresa emergente berlinense é mediadora de trabalhos paralelos para estudantes – nenhuma tarefa fácil em tempos de crise do coronavírus. Mas a Zenjob está tecnicamente bem posicionada: os estudantes recebem as ofertas de trabalho em tempo real via aplicativo e podem candidatar-se então diretamente para certos trabalhos, por exemplo no setor de gastronomia ou de logística. Isto torna a empresa atraente para os investidores mesmo na situação de exceção da crise do coronavírus: em meio à crise, a empresa emergente fechou um contrato de financiamento de 27 milhões de euros com um grupo de investidores liderado por um fundo suíço.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: