A Alemanha nas Nações Unidas

No dia 18 de setembro de 1973 a República Federal da Alemanha foi incluída no círculo das Nações Unidas, assim como a RDA.

dpa/R4200 - United Nations Campus Bonn

Foi um começo tardio sob condições difíceis. Há 40 anos, no dia 18 de setembro de 1973, dois Estados alemães passaram a pertencer às Nações Unidas (UNO), ou seja, tanto a República Federal da Alemanha como a RDA começaram, a partir daquele dia, a ser representadas na Assembleia Geral da ONU em Nova York. Na sala da assembleia, só um estreito espaço separava as cadeiras dos membros número 133 e 134, mas, na realidade, mudos os separavam. Nos primeiros anos da dupla adesão, deveria haver apenas uma iniciativa comum: a da instalação de um serviço de tradução.

Walter Scheel, o então ministro do Exterior da República Federal da Alemanha, salientou no seu discurso na Assembleia Geral que a adesão de ambos os Estados alemães não significava que se reconhecia a divisão deles. Todavia, 17 anos iriam decorrer, até que a Alemanha pudesse falar nas Nações Unidas com uma só voz. Através da reunificação, em 1990, a República Federal da Alemanha se tornaria um dos países europeus economicamente mais fortes e de maior população no círculo da ONU, o que levantou a questão sobre seu futuro papel.

A missão da Alemanha nas Nações Unidas tem muitas facetas. Sua cooperação nessa organização é um dos pontos centrais da política externa. Um dos engajamentos da Alemanha na ONU é também o apoio de reformas estruturais. A Alemanha estaria disposta a “assumir mais responsabilidade”, disse o ministro do Exterior, Guido Westerwelle, em um discurso na Assembleia Geral em 2012. Nos anos de 2011 e 2012, a Alemanha foi novamente membro não permanente do Conselho de Segurança. Este é o único grêmio da ONU com poderes de decisões vinculativas de direito internacional.

Auch in Deutschland selbst sind die Vereinten Nationen sichtbar: Viele der in Deutschland ansässigen Büros der Organisation nutzen den 2006 eröffneten VN-Campus in Bonn. In anderen Städten finden sich ebenfalls VN-Einrichtungen. Hamburg ist Sitz des Internationalen Seegerichtshofes. In Berlin gibt es unter anderem Büros des Hohen Flüchtlingskommissars, der Internationalen Arbeitsorganisation und des Welternährungsprogramms. Die Finanzmetropole Frankfurt am Main beherbergt eine Gesellschaft der Weltbankgruppe.

As Nações Unidas também estão presentes na Alemanha. O Campus da ONU, inaugurado em 2006 em Bonn, é a sede de muitos escritórios dessa organização na Alemanha. Há também outras instalações da ONU em outras cidades. Hamburgo é a sede do Tribunal Internacional sobre o Direito do Mar. Em Berlim estão sediados, entre outros, escritórios do Alto Comissário para os Refugiados, da Organização Internacional do Trabalho e do Programa Alimentar Mundial. A metrópole financeira Frankfurt do Meno abriga uma sociedade do grupo do Banco Mundial.

www.auswaertiges-amt.de

www.un.org

© www.deutschland.de