Água para o grou

Pinturas, fotos e filmes: a arte contra a mudança do clima? Estes projetos de arte de Hamburgo aumentam a sensibilização para a água como recurso natural.

Instalação de arte no alto norte, de Barbara Dombrowski.
Instalação de arte no alto norte, de Barbara Dombrowski. Barbara Dombrowski

Walls of Water: murais pelo direito à água

Uma menina dá um copo de água a um grou-coroado, o animal do brasão da Uganda. Esse mural enfeita a parede de um prédio de vários andares em Kampala. Vários artistas de rua viajaram para esse país africano para pintar esse mural que é uma contribuição para o projeto “Walls of Water”, da associação Viva con Agua. Promovidos pelo Ministério Federal das Relações Externas da Alemanha, em Berlim, esses artistas formaram um grupo de trabalho com crianças, pintando essas paredes para acentuar a higiene e mostrar a importância da água limpa. Viva con Agua, uma organização sem fins lucrativos, foi fundada em 2006 em Hamburgo, para esclarecer, através de projetos artísticos, musicais e esportivos, o acesso à água potável e ao saneamento.

#Art-4-Future. Retratos do derretimento das geleiras

Desde há quase 20 anos, a fotografa Barbara Dombrowski, de Hamburgo, vem se ocupando com a mudança do clima. Em vez de documentar as catástrofes, ela encena paisagens impressionantes e seus habitantes, que estão sofrendo muito sob os efeitos da mudança do clima. Uma noite, ela teve a visão de pendurar os seus quadros em um iceberg. Por isso, um dos seus retratos artísticos mostra os indígenas da Mata Amazônica diante de uma geleira na Groenlândia. As regiões, que Barbara Dombrowski escolheu para as suas ações, não poderiam ser mais controversas. Todavia, elas estão estreitamente unidas pela mudança do clima, pois “o que acontece em um lugar tem seus efeitos em outro lugar”, diz Dombrowski.

Festival de cinema DEEPWAVE. A beleza ameaçada dos oceanos em filmes de curta metragem

Escuridão total, frio e uma pressão gigantesca – o oceano profundo, que dá a impressão de ser hostil, ainda não foi totalmente explorado. Mais da metade da superfície da Terra está coberta pelo mar, com uma profundidade de mais de 200 metros. Os filmes de curta-metragem do festival de cinema para a proteção dos mares DEEPWAVE  mostram criaturas fascinantes que vivem nas profundezas dos oceanos. Outros temas são os recifes de corais ameaçados e os efeitos problemáticos da exploração dos oceanos. O festival é organizado por DEEPWAVE, organização de proteção dos mares, fundada em 2003 por um biólogo marinho de Hamburgo. O festival de cinema acontecerá em 8 de maio de 2020 em Hamburgo.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: