“Astronáutica e proteção do clima”

A política Anna Christmann explica porque o cosmos tem uma grande importância quanto a questões futuras.

 Anna Christmann, responsável pela astronáutica
Anna Christmann, responsável pela astronáutica picture alliance/dpa

Anna Christmann, parlamentar do Bundestag (Parlamento Alemão) é coordenadora do governo federal alemão para o setor aeroespacial e também responsável pela economia digital e pelas startups, a encargo do Ministério Federal da Economia.

Senhora Christmann, qual é a importância da astronáutica para a economia e a pesquisa na Alemanha?
A astronáutica é um ramo central para o futuro da Alemanha. Os conhecimentos adquiridos através da astronáutica são indispensáveis para a proteção do clima, a mobilidade, a digitalização e a segurança, para citar apenas alguns setores centrais. Através de New Space – iniciativas da economia privada na astronáutica –, há no mundo todo um crescimento dinâmico desse ramo e inúmeros progressos de desenvolvimento de satélites e foguetes. Para que as startups da Alemanha e da Europa possam ter maior participação nesse mercado, temos que possibilitar a elas melhores chances de se desenvolver.

Quais são os projetos inovadores para a Alemanha?
Para mim, a astronáutica assume um ponto central na proteção do clima. A Alemanha está bem na frente com o satélite ambiental EnMAP, que foi lançado ao espaço há algumas semanas. Esse satélite deverá observar a superfície da Terra, coletando informações sobre a situação e o desenvolvimento de ecossistemas. Para tanto, os satélites do programa Copernicus, da UE, e os satélites da Agência Espacial Europeia (ESA) são também uma valiosa contribuição. E muitos desses satélites são construídos na Alemanha. Atualmente estão sendo planejadas a Missão CO2M, para a coleta de dados sobre as emissões de gás de efeito estufa, e a Missão GRACE-I, com a qual os pesquisadores especificarão as reservas hídricas da Terra através de medições feitas do cosmos.

Qual é, para a senhora, o desenvolvimento mais interessante da astronáutica?
Interessante é a nova era da exploração da Lua através de muitas missões internacionais que estão em planejamento. Os EUA estão preparando um retorno à Lua e querem levar a primeira mulher ao satélite natural da Terra . A Alemanha desenvolverá para tanto os sistemas centrais. Assim, criamos para os astronautas e as astronautas a possibilidade de participar das missões. Desta maneira, estamos definindo agora os parâmetros para os próximos vinte anos.

A astronáutica só poderá ter êxito ser for internacional e em cooperação.

Anna Christmann, coordenadora no governo federal alemão

Existe um futuro para a cooperação internacional ou há a ameaça de um nacionalização?
A Alemanha luta por um acesso livre e confiante do cosmos e por um aproveitamento seguro, pacífico e sustentável do cosmos por todos. Estou confiante de que a astronáutica só poderá ter êxito ser for internacional e em cooperação. Isto é o que a ESA mostra para a Europa e o que muitos projetos feitos com a NASA também mostram. Exemplar é a cooperação na ISS. O que acontece no espaço nos toca a nós todos, da mesma maneira como a mudança do clima nos toca a todos. Uma nacionalização seria o caminho errado.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: