Possibilitar uma mudança de perspectiva

A rede “Journalists Network” reúne os geradores de mídia de todo o mundo. A administradora executiva Lea Sahay fala sobre a ideia por trás disso.

Presse
dpa

Senhora Sahay, a "Journalists Network" quer aumentar a competência da política externa na mídia alemã e a dos seus países parceiros. Como a senhora faz isso?
Principalmente na medida em que possibilitamos aos criadores e criadoras de mídia da Alemanha fazer viagens de pesquisa pelo mundo todo. Normalmente, encontram-se entre eles e elas de dez a doze jornalistas de 20 a 40 anos de idade. Muito importante para nós é que nossos jovens colegas vejam como se pensa e trabalha em outros países e quais desafios existem lá. Através de nossos contatos nesses países, possibilitamos uma mudança de perspectiva, como o que aconteceu ultimamente quando estivemos presenciando as eleições na Índia e pudemos acompanhar uma jornalista nas campanhas eleitorais. 

 

Lea Sahay
Lea Sahay

 

Os jornalistas e as jornalistas querem ter acessos exclusivos. Atuar em grupo não é uma desvantagem para eles?
Isto só à primeira vista. Fazer investigações e refletir em conjunto pode realmente ter vantagens. A colaboração é o forte de nossas viagens e, de qualquer maneira, o futuro do jornalismo, pois grandes projetos investigativos, como ultimamente os “Pandora Papers”, vivem da cooperação. Além disso, os importantes temas da nossa época, como o clima ou a migração, também são transnacionais. E nós também possibilitamos um intercâmbio sobre a situação do jornalismo em si. Os jornalistas do mundo todo estão passando pelos mesmos desenvolvimentos, como a crescente digitalização ou a influência de notícias falsas, sendo que as respostas são diferentes. 

Esse intercâmbio continua existindo depois das viagens?
Sim, frequentemente. Contribuímos para o alargamento da rede quando, por exemplo, organizamos debates informais com colegas de diferentes países. Recentemente, por exemplo, um jornalista afegão exilado nos informou sobre a situação no Afeganistão.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: