Vamos falar da Internet!

A conferência da ONU Internet Governance Forum ocupa-se com a situação do mundo digital.

IGF 2019 em Berlim
IGF 2019 em Berlim dpa

A Internet é boa? Ela é má? Ela é aquilo que as pessoas fazem dela, quando a usam, é a opinião das Nações Unidas (ONU). Por isso, o então secretario geral da ONU Kofi Annan deu início em 2006 à plataforma aberta de discussão IGF (Internet Governance Forum). Desde então, os representantes de governos, de organizações internacionais, da sociedade civil e da economia reúnem-se uma vez por ano para discutir, de igual para igual, sobre a situação da Internet, abordando as questões éticas e morais no uso da Internet e no tratamento dispensado às outras pessoas, as questões dos padrões tecnológicos, das regras ou da rentabilidade.

O IGF de 2019 será realizado pela primeira vez em Berlim, de 25 a 29 de novembro, estando sob o lema “One World. One Net. One Vision”. O primeiro dia, o chamado Dia Zero, estará sob a direção do país anfitrião. No demais, a direção é assumida pelas Nações Unidas. Sendo anfitriã, a Alemanha será representada pelo Ministério Federal da Economia e Energia, organizando também, para esse dia e ao lado de outros eventos, um encontro internacional de representantes de governos e da economia com a sociedade civil, onde os assuntos também girarão em torno da participação no mundo digital, do uso de dados e dos aspectos de segurança. A chanceler alemã Angela Merkel fará a abertura da conferência em 26 de novembro. Uma grande parte desta conferência e de outras conferências pode ser vista na Internet.

A juventude também terá voz ativa e um lugar nessa conferência, o “Youth IGF”. Durante os preparativos desta conferência foram formulados nove princípios para a Internet:
 

  1. Não se pode permitir a discriminação, mas sim promover a diversidade.
  2. Não pode haver emissões.
  3. Crianças e jovens têm de receber instrução nas escolas de como usar a Internet.
  4. A proteção de dados tem de ser assegurada.
  5. No setor público, todos os dados têm de ser publicados e estar à disposição de todos.
  6. O acesso a serviços sociais e públicos tem de ser facilitado.
  7. Todos os direitos fundamentais têm de ser protegidos em todas as plataformas.
  8. Trata-se de alcançar uma cultura de discussão, onde não falte o respeito.
  9. A desinformação e as falsas informações (fake news)  – mesmo as dos governos –  têm de ser combatidas.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: