A Alemanha quer produtos orgânicos

Todos querem alimentos orgânicos. Até mesmo os supermercados populares aderiram à tendência. O que os produtores orgânicos fazem de diferente? Mostramos isso aqui. 

Em harmonia com a natureza e os animais: produtor orgânico Thomas Goebel.
Produtor orgânico Thomas Goebel. dpa

Alemanha. Para gente da cidade, esse lugar é um paraíso: bezerros cochilam na palha, enquanto as vacas-mães ruminam o capim cheiroso. Bandos de galinhas e gansos caminham cacarejando e picando o gramado. No mercadinho da fazenda são vendidos leite fresco, ovos e pão crocante. Uma fazenda orgânica como deve ser. A cota de 20 % de lavoura orgânica é a meta da “Estratégia Futura da Agricultura Orgânica”, que foi apresentada pelo governo federal alemão na primavera setentrional de 2017 – mas atualmente ainda são apenas 7,5 %. Por isso, os agricultores devem ser apoiados na mudança para a produção orgânica.

Assim funciona a agricultura orgânica

A fazenda Hofgut Oberfeld em Darmstadt é uma das 27.132 fazendas orgânicas na Alemanha. Ela possui certas particularidades: a fazenda pertence a uma fundação comunitária. O casal produtor, Thomas e Kathrin Goebel, implantou aí modelos de pecuária que vão além das diretrizes ecológicas. Por esse conceito, a fazenda Hofgut Oberfeld foi agraciada em 2016 com o Prêmio Federal da Agricultura Orgânica.

A agricultura orgânica é melhor para os animais, as pessoas e o meio ambiente? De qualquer maneira, ela tem muitos efeitos positivos: abre mão de pesticidas e adubos químicos e, assim, não polui o lençol freático; ela faz muito pela proteção dos animais e preserva a fertilidade do solo – e ela também tem efeito positivo para a proteção do clima. Por outro lado, a agricultura tradicional consome muita energia fóssil: mais de um litro de petróleo é necessário para produzir um quilograma de nitrogênio destinado ao adubo artificial. “A maior garantia de rendimento da agricultura tradicional é conquistada a um preço elevado”, afirma Goebel. “De onde virá a energia para isso daqui a 50 anos?”. Ao contrário disso, a agricultura orgânica aproveita a energia solar para adubagem natural através de plantas que agregam nitrogênio.

A pecuária impulsiona a nossa agricultura.

Produtor orgânico Thomas Goebel

O fazendeiro esclarece as vantagens da agricultura orgânica no círculo da lavoura e da pecuária: a rotação de culturas entre cereais e forragem melhora a qualidade dos solos. Não se emprega nem inseticida, nem adubos químicos. Plantas como trevo e alfafa agregam nitrogênio ao solo através das suas raízes e, ao mesmo tempo, fornecem forragem para as vacas leiteiras, cujo esterco nos pastos é um adubo biológico e atrai um grande número de pequenos organismos. Essa circulação garante a fertilidade do solo e a biodiversidade e contribui para a alta qualidade dos alimentos.

Quick facts
9
por cento

das empresas agrárias na Alemanha são fazendas orgânicas. 

7,5
por cento

é a cota da agricultura orgânica na área total de aproveitamento agrário. 

20
por cento de lavoura orgânica

é a meta estratégica do governo federal para o futuro da agricultura ecológica. 

9,9
por cento

mais faturamento com alimentos orgânicos foi registrado pelo comércio no ano de 2016.  

41
por cento dos alemães

compram alimentos orgânicos, sempre que lhes é possível. 

10
por cento

dos ovos produzidos na Alemanha provêm de galinhas de criação orgânica. 

5
por cento

do total do gado alemão era criado segundo diretrizes ecológicas em 2016. 

Pecuária condizente com a natureza do animal

O bem-estar das vacas leiteiras, galinhas poedeiras e frangos de corte, dos quais Kathrin Goebel cuida, está visivelmente no centro das atenções. As vacas ficam com seus chifres, os bezerros não são separados das mães e, quanto às aves, também os pintinhos machos são criados. Contudo: “Maiores esforços na pecuária significam custos mais altos. Isso tem de ser negociado com os clientes através do preço”.

Atualmente, a venda de alimentos orgânicos cresce na Alemanha em quase dois dígitos percentuais. Já que a demanda aqui é maior que a oferta, os produtos são importados. Como se pode ampliar a agricultura orgânica na Alemanha? “O impulso tem de partir do comércio para os fornecedores. Se a demanda continuar crescendo, muitas grandes empresas agrárias mudarão para a produção orgânica. Mas não é suficiente apenas ampliar a área de cultivo”, adverte Goebel. “Não podemos afastar-nos do ideal da agricultura orgânica”.

Maiores informações: Estratégia Futura da Agricultura Orgânica