O engajamento da Alemanha pelas florestas

As florestas estão entre os mais importantes recursos da Terra. Por isso, a Alemanha vem lutando internacionalmente pela sua proteção.

 Alunos aprendendo a gestão sustentável de florestas na Tanzânia.
AdobeStock/sabino.parente

Escolarizar as crianças na Tanzânia e nas Filipinas

A instrução de crianças é um importante impulso para que se possam conservar as florestas sustentavelmente. Por isso, a Alemanha vem financiando, desde 2019, o projeto “Forests for a sustainable future: educating children”, das Nações Unidas. Esse programa visa integrar a proteção das florestas nas aulas escolares. Para tanto, a ONU desenvolveu na Tanzânia e nas Filipinas materiais pedagógicos sobre o tema da economia florestal sustentável. Esses materiais deverão aumentar a percepção do publico em geral pelas florestas como recurso natural, para poder, assim, assegurar em ambos os países a conservação sustentável das florestas. Quando esse projeto estiver terminando, seus reconhecimentos serão postados em uma plataforma on-line, para que sejam disponibilizados para todo o mundo.

Reabilitar as florestas na China

Realizando os seus projeto de reflorestamento, a China visa impedir o crescimento do deserto Gobi.
Realizando os seus projeto de reflorestamento, a China visa impedir o crescimento do deserto Gobi.
Christophe MONIN - stock.adobe.com

Já há mais de 30 anos, a China vem cumprindo um dos mais arrojados programas de reflorestamento do mundo, tendo reflorestado, de 2009 a 2019, cerca de 70 milhões de hectares. Mesmo assim, as regiões florestais da China ainda estão danificadas, sendo que o rendimento de madeira é pouco para abastecer a própria indústria. Por isso, a China depende da importação de madeira. Mas isto deverá mudar, pois o governo chinês visa melhorar a economia florestal e promover o comércio legal de madeira. Para tanto, esse país recebe o apoio da Alemanha. O projeto Facilidade da Política Florestal, do Ministério Federal da Alimentação e Agricultura (BMEL), abastece a China com conhecimentos de longos anos de experiência com a economia florestal. Um projeto-piloto, desenvolvido por ambos os países na província de Shanxi, deverá mostrar como podem ser uma gestão florestal multifuncional e uma reabilitação das florestas da China, pobres em biodiversidade.  

Desenvolver uma economia florestal sustentável em Marrocos

Nas Montanhas Atlas existem as maiores florestas contínuas de cedros de Marrocos.
Nas Montanhas Atlas existem as maiores florestas contínuas de cedros de Marrocos.
underworld - stock.adobe.com

O Diálogo Técnico Alemão-Marroquino de Agricultura e Florestamento (DIAF) existe desde 2019, enfocando três setores centrais, nos quais a Alemanha vem apoiando Marrocos  a construir uma economia nacional e florestal que seja competitiva e sustentável. Para tanto, visa-se a promoção da agricultura ecológica, o aprofundamento da cooperação supraempresarial entre a economia agrária e a economia florestal e o alargamento de planejamentos e controles florestais. Entre estes está, por exemplo, a gestão de arvoredos de cedro das Montanhas Atlas.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: