Boas ideias contra a falta de água

A água está se tornando escassa em muitas regiões do mundo. E a mudança do clima agravará ainda mais essa situação. Estes projetos inovadores ajudam a economizar água.

Muitas regiões já estão lutando contra a falta de água.
Muitas regiões já estão lutando contra a falta de água. picture alliance / Photoshot

Agricultura urbana com circuito de água fechado

Produzir meios alimentícios em cidades é uma inovadora tendência da agricultura. Uma inovação com um baixo consumo de água é o método Aquaponik, desenvolvido na Alemanha, que une a criação de peixe com o plantio de verduras. A ideia é de que a água da criação de peixes alimenta as plantas, cujas raízes estão diretamente na água. Dado que a secreção dos peixes enriquece a água com muito amoníaco, é necessário que, em uma segunda fase, determinadas bactérias transformem o amoníaco em nitrato, para que as raízes das plantas o absorvam como nutriente. A água sem nitrato flui de volta para os peixes. Esse circuito de água fechado é um método muito interessante para as regiões que sofrem escassez de água.

Economizar água na agricultura usando sensores

Muitíssima água, que é usada na agricultura, desaparece no solo ou evapora. Por isso, a firma alemã ZIM Plant Tecnology está planejando sensores que são colocados nas folhas e que definem exatamente a quantidade necessária de água para a planta. Como um aparelho médico mede a pressão arterial das pessoas, os sensores medem a pressão do interior das células das folhas, transmitindo os dados a um servidor. O nível da pressão no interior das células indica se a planta está sendo bem abastecida com água ou não. Assim, ela pode receber a quantidade necessária de água.

Nem toda planta precisa de um sensor próprio. Os agricultores precisam apenas de sies sensores para uma área de 20 hectares.
Nem toda planta precisa de um sensor próprio.
Os agricultores precisam apenas de sies sensores para uma área de 20 hectares.
picture alliance / ZB

Retirar água do ar

Abastecer a população mundial com água potável é um dos mais importantes desafios futuros, principalmente em megacidades ou em regiões muito áridas. Mas, mesmo nesses lugares existe água, em forma de humidade presa no ar. O Instituto Fraunhofer de Tecnologia Interfacial e de Procedimentos Biológicos desenvolveu um procedimento para retirar a água do ar. Uma salmoura altamente concentrada absorve a humidade do ar. Disso resulta uma salmoura de baixa concentração. Um evaporador de vácuo, separa a água do sal dessa salmoura. Essa instalação funciona com energia fotovoltaica ou eólica que não emitem CO2. Atualmente estão sendo testadas diversas instalações de demonstração em diferentes lugares e essa tecnologia está sendo otimizada.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: