O que a Alemanha faz contra a fome

O governo federal alemão apoia incondicionalmente a Agenda 2030 da ONU. Vocês podem ler aqui como a Alemanha se empenha nesse assunto.

Mantimentos são carregados no Aeroporto de Berlim.
Mantimentos são carregados no Aeroporto de Berlim. picture alliance / dpa

Cerca de dois bilhões de pessoas sofrem de subnutrição ou passam fome. Você fica sabendo aqui como a Alemanha apoia o objetivo Fome Zero da Agenda 2030 das Nações Unidas.

1,5 bilhão de euros são investidos – no quadro da cooperação alemã para o desenvolvimento – na segurança alimentar e no desenvolvimento rural de países parceiros.

Um mundo sem fome (SEWOH) é o nome da inciativa extra de 2014, do Ministério Federal da Cooperação Econômica e do Desenvolvimento (BMZ), na qual cooperam a política, a economia, a ciência e a sociedade civil em centenas de projetos em 35 países, para alcançar o objetivo Fome Zero.

Centros verdes de inovação em 15 países parceiros trabalham no âmbito de SEWOH, dando impulsos a inovações agrícolas, interligando conhecimentos no setor de sementes e no emprego eficiente do adubo e da água. Eles também se dedicam à otimização e à cooperação no setor de meios alimentícios, desde a colheita, o armazenamento e o transporte até a produção e a venda. Os objetivos são conseguir uma melhor participação de todos na geração de valor e a criação de empregos.

Desde 2002, um fundo fiduciário bilateral do Ministério Federal da Alimentação e Agricultura (BMEL) vem promovendo um total de 118 projetos da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), disponibilizando cerca de 142 milhões de euros.

As Cooperações Internacionais de Pesquisa para a Alimentação Mundial são um programa do BMEL para a interconexão da pesquisa alemã de agricultura e alimentação com a ciência internacional, visando principalmente o objetivo de apoiar a agricultura e a situação alimentar na região africana do Sub-Saara e na região sudeste da Ásia. 

Centros de competência sobre a mudança climática e a gestão territorial foram instalados pelo Ministério Federal da Educação e Pesquisa (BMBF) em onze países parceiros do oeste da África e em cinco países do sul da África. Em cooperação com universidades e institutos de pesquisa alemães, o BMBF promove a formação acadêmica e os programas de pesquisa adaptados às regiões.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: