Mulheres que lutam pela paz

Qual é a contribuição das mulheres para superar conflitos? Como a Alemanha as ajuda? Quatro perguntas e respostas.

Atualmente, muitas mulheres estão lutando pela democracia na Belarus.
Atualmente, muitas mulheres estão lutando pela democracia na Belarus. dpa

Qual é o papel das mulheres em conflitos?

Durante muito tempo, as mulheres foram vistas como sendo vítimas. Fato é que  elas realizam um importante trabalho em muitas regiões de crise, negociando com as milícias, criando áreas de proteção e possibilitando corredores humanitários. Sem o manifesto corajoso das mulheres, que saíram todos os dias às ruas para protestar, a revolução pacífica no Sudão, por exemplo, não teria sido possível. Atualmente, muitas mulheres estão lutando pela democracia na Belarus. Por isso, sendo membro não-permanente do Conselho de Segurança em 2019/2020, a Alemanha empenha-se decididamente na realização da agenda “Mulheres, Paz, Segurança”. 

Qual é o conteúdo dessa agenda?

Com base na aprovação da resolução correspondente há 20 anos, o Conselho de Segurança da ONU deixou claro que a participação das mulheres na criação e manutenção da paz é imprescindível. Desde então, a segurança e a prevenção de crises estão enquadradas nos direitos das mulheres e, consequentemente, nos direitos humanos. Em comemoração ao aniversário dessa resolução, foi publicado um estudo, que torna consciente o empenho alemão nesse assunto. 

O que a Alemanha pode fazer concretamente?

Ainda é muito raro, até os dias de hoje, que as mulheres participem em negociações formais de paz, mesmo que os estudos comprovem que a sua participação aumenta a chance de ter sucesso. Por isso, a Alemanha vem apoiando a participação de mulheres nos processos políticos, como através do fundo Women’s Peace & Humanitarian Fund. Cooperando com parceiros, como a medica mondiale ou a Organização Internacional para a Migração (IOM), o governo federal alemão contribui para o apoio medicinal e psicossocial de mulheres que sofreram violência sexual. A Alemanha também é um dos iniciadores e participantes ativos da rede African Women Leaders Network.

Como as mulheres avaliam essa situação?

O Ministério Federal das Relações Externas instalou a exposição virtual Ohne Frauen kein Frieden (Sem mulheres, nenhuma paz), onde as mulheres ativistas se expressam. Um dossiê da Fundação Heinrich Böll também retrata mulheres que lutam pela paz e liberdade. Suas histórias são um exemplo impressionante do que é possível alcançar e de muitas coisas que ainda precisam ser feitas.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: