Campanha eleitoral é trabalho em equipe

Eleições na Alemanha – O que acontece nos bastidores das campanhas eleitorais? Uma entrevista com o chefe de campanha eleitoral Clemens Buhr

Campanha eleitoral na Alemanha – cartazes em uma rua de Heidelberg
Campanha eleitoral na Alemanha – cartazes em uma rua de Heidelberg picture alliance / Daniel Kubirski

Senhor Buhr, quais são as tarefas da equipe de campanha eleitoral?
Temos muita tarefas, como o trabalho na mídia social, a criação de um website, o trabalho de imprensa, a comunicação interna e externa, o agendamento e a gestão dos meios financeiros. Mas também fazemos trabalhos bem clássicos, como afixar cartazes. As tarefas são distribuídas segundo as competências, preferências e disponibilidade de tempo, pois a nossa equipe de 40 pessoas faz trabalho voluntário. Toda ação de campanha é organizada por um grupo de duas a três pessoas.  

Quem trabalha na sua equipe?
Somos muito versáteis com respeito a qualidades bem diferentes. O objetivo foi integrar na equipe pessoas diversas quanto ao gênero, a sexualidade, a idade e os históricos profissionais e familiares, para obter assim diferentes pontos de vista. Os membros da equipe são, por exemplo, mineiros, operários, criadores de mídia e também alunos, estudantes e aprendizes.

O grande desafio é a pandemia do coronavírus.

Clemens Buhr, chefe de campanha eleitoral

Qual é o maior desafio?
O maior desafio é a pandemia do coronavírus, pois temos que planejar o que não pode ser planejado. Além disso, o nosso candidato tem apenas 23 anos e é, portanto, muito jovem e nem todos na política tomam a sério uma pessoa tão jovem. Por isso temos que nos esforçar para tornar visível a sua competência. Para mim, bem pessoalmente, é muito difícil poder dormir, pois sempre estamos sob pressão durante a campanha eleitoral.

Clemens Buhr chefia uma equipe de 40 voluntários e voluntárias.
Clemens Buhr chefia uma equipe de 40 voluntários e voluntárias. Clemens Buhr

O senhor tem apenas 22 anos. Como uma pessoa tão jovem se torna chefe de campanha eleitoral?
Conversando com Aaron Spielmanns. Falamos sobre os conteúdos políticos que ele defende e eu apresentei as minhas ideias. Daí, então, ele me propôs fazer parte da chefia da campanha. Sou muito grato pela confiança depositada em mim.

Quais são os aspectos especiais da campanha eleitoral de 2021?
A campanha eleitoral de 2021 é bem especial de muitos pontos de vista. Angela Merkel, a titular do cargo, não se candidata novamente. Agora há três candidatos para a chefia da chancelaria federal, ao passo que quase sempre foram, até agora, somente dois. E a pandemia também deixa a sua marca. Dado que a campanha acontece concentrada na mídia social e nas plataformas digitais, ela anda muito depressa. A mídia social é uma fonte de informação para muitas pessoas. E a campanha eleitoral é muito volátil, particularmente com respeito à estimação dos candidatos feita pelas sondagens. Muita coisa ainda continua aberta. Sendo cidadãos e cidadãs, temos que decidir agora se a Alemanha este bem preparada para enfrentar os desafios futuros. É ótimo, para mim, poder participar, como chefe de campanha, na configuração dessa virada decisiva.  

 


Clemens Buhr (22), estuda Ciências Políticas na Universität Mannheim. Ele e sua equipe de 40 pessoas investem seu tempo voluntariamente na campanha eleitoral de Aaron Spielmanns, candidato do SPD.

Vocês podem ficar sabendo mais sobre o cenário alemão dos partidos políticos em nosso Especial sobre as eleições ao Parlamento Federal Alemão. 

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: