Fatos interessantes sobre os temas atuais na Europa

Inovações, energia renovável, digitalização, igualdade. Fatos e dados interessantes sobre os temas atuais na Europa

Elektro-Auto wird betankt
dpa

Virada energética na Europa

A UE aposta na virada energética. A quota de energias renováveis no consumo total de energia da UE duplicou-se a 17 por cento, desde 2004. Até 2020, a sua quota no consumo bruto de energia deverá aumentar a 20 por cento. Partindo dos seus diferentes potenciais e desempenho econômico, todo Estado-membro visa atingir uma determinada meta. A Alemanha, por exemplo, quer cobrir, até 2020, 18 por cento do seu consumo energético através de fontes como o Sol, o vento e a biomassa. Em 2106 eram apenas 14,8 por cento. Onze dos 28 membros da UE já estavam, em 2017, acima da sua meta nacional visada. Os líderes são a Suécia (53,8 por cento) e a Finlândia (38,7 por cento) 

Os carros elétricos

Os carros elétricos – veículos com baterias recarregáveis, veículos híbridos plug-in e veículos de células a combustível – são considerados a solução para a poluição sonora e  as partículas finas nas metrópoles e um meio para combater as crescentes emissões de CO2. Em 2017, foram licenciados na UE 95571 carros com pura propulsão elétrica. Em geral, os carros com propulsão alternativa só assumem um papel secundário. Sua quota no mercado atinge apenas 6 por cento.

Mulheres em cargos de liderança

Mesmo que a UE tenha feito progressos na igualdade entre mulheres e homens, ainda não se fez o suficiente. Se bem que as mulheres ocupem quase a metade dos empregos na UE, elas continuam sendo sub-representadas em posições de chefia. De cerca de 7,3 milhões de pessoas, que ocupam um cargo de liderança em empresas com um mínimo de 10 empregados na UE, 4,7 milhões são homens (65 por cento) e 2,6 milhões são mulheres (35 por cento). Além do mais, as mulheres em cargos de chefia ganham em média 23,4 por cento menos do que os homens. Na Alemanha, 29 por cento dos cargos de chefia são ocupados por mulheres. Em com­paração com outros Estados-membros, a Alemanha está no terço inferior. A liderança é mantida pela Letônia, com uma quota de mulheres de 46 por cento.

Pilotin im Cockpit
dpa

Inovação e mais

Comparando-se mundialmente, a Alemanha é menos inovadora do que a Austrália, o Canadá, o Japão, a Coréia do Sul e os Estados Unidos. A diferença de produtividade frente ao Canadá e aos EUA diminuíram na comparação de médio prazo, mas ela se tornou maior frente ao Japão e à Coréia do Sul. A Alemanha investe anualmente quase três por cento de sua produção econômica na pesquisa e no desenvolvimento, sendo um dos países líderes de inovação na UE. As empresas alemãs também são líderes no registro de patentes. Neste setor, a Alemanha tem quase 25 500 registros anuais de patentes, sendo o segundo país depois dos EUA.

24 línguas

A União Europeia dá muito valor à variedade de línguas, como legados culturais. Existem ao todo 24 línguas oficiais e cerca de 60 outras línguas que são faladas por minorias, em determinadas regiões. O alemão é na UE a língua materna mais falada (cerca de 95 milhões de pessoas).

Nº 2 no mundo

A taxa de crescimento para a o espaço do euro e da UE ultrapassam as previsões dos peritos. A recuperação econômica dos últimos anos transformou-se cada vez mais em modestas melhorias. Estima-se para este ano de 2018 que a quota da UE quanto ao Produto Interno Bruto (PIB), em termos de paridade de poder de compra, venha ser de cerca de 16,5 por cento. Assim, a União seria o número dois da economia mundial, estando na frente dos EUA (15,1 por cento) e atrás da China (18,7 por cento). O Japão se colocaria em quarto lugar, com 4,16 por cento.

Futuro digital

Nos próximos anos, a UE investirá muito nos importantes temas futuros, como a inteligência artificial, a computação de alto desempenho, a segurança cibernética, as competências digitais e o e-government. Cerca de 9,2 bilhões de euros deverão ajudar os países-membros a se prepararem para o futuro digital. Prioridade absoluta terá também a expansão das redes de banda larga super-rápidas.

Newsletter #UpdateGermany: You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here to: