Solucionar os conflitos pacificamente

Conceituada mediadora nos conflitos internacionais: como a Alemanha pretende reforçar ainda mais o seu papel.

Krisenprävention: Grundprinzip deutscher Außenpolitik
Getty Images/Steffi Loos

A Alemanha no Conselho de Segurança da ONU

Reconhecer e aplacar os conflitos, antes da sua escalada – esta é a premissa da política externa alemã. No seu discurso diante da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), em março de 2018, o ministro das Relações Externas Heiko Maas defendeu uma política de segurança baseada na prevenção das crises:
 

  • Prevenção em vez de intervenção
  • Diálogo em vez de confrontação
  • Desarmamento em vez de armamentismo

Com isso, Maas formulou os pontos básicos para o engajamento da Alemanha como membro não permanente do Conselho de Segurança da ONU no período de 2019/2020.

Da História alemã resulta uma responsabilidade especial em relação à paz.

Diretrizes do governo federal alemão para a prevenção de crises

Diretrizes da Alemanha para a prevenção de crises

Em 2017, o governo federal alemão formulou as novas diretrizes da Alemanha para a política da paz. A diplomacia, a polícia, as Forças Armadas e os peritos civis agem em estreita cooperação. Sua meta conjunta: solucionar conflitos e assegurar às pessoas uma perspectiva de longo prazo. As ações militares são consideradas o último recurso. A particularidade: as diretrizes assumiram os impulsos de um amplo debate social sobre o engajamento global da Alemanha, que tem sua continuidade no «blog» do PeaceLab.

Diretrizes: "Impedir as crises, superar os conflitos, fomentar a paz"

Mediação da paz

Seja na Ucrânia, no Afeganistão ou nos Bálcãs ocidentais: “A Alemanha goza de prestígio mundial como mediadora íntegra e intermediadora”, ressalta Almut Wieland-Karimi, gerente executiva do Centro de Missões Internacionais de Paz (ZIF). A mediação é, por isso, um instrumento importante da política externa. O ZIF faz parte da Iniciativa de Apoio da Mediação da Alemanha (IMSD). Ela treina e indica mediadores para missões multilaterais de paz.

As mulheres e a paz

A emancipação fomenta a paz: a Alemanha pretende levar adiante a Resolução 1325 da ONU, “Mulheres, Paz e Segurança”. Ela deve proteger as mulheres da violência nos conflitos e incluí-las com igualdade de direitos nas negociações de paz. “As mulheres podem e devem desempenhar um papel ativo: na prevenção de conflitos e nas negociações de paz, na reconstrução e na reconciliação”, ressaltou o ministro das Relações Externas Heiko Maas no encontro da “Women, Peace and Security Focal Points Network”, cuja presidência é exercida pela Alemanha em 2018.

Fundo de Construção da Paz

Em 2017, a Alemanha contribuiu com cerca de 26 milhões de dólares para o Fundo de Construção da Paz, sendo atualmente o segundo maior contribuinte para o fundo, com o qual a ONU financia mais de 120 projetos em 25 países.

© www.deutschland.de

Newsletter #UpdateGermany: You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here to: