Ajuda para crianças e mulheres

No Escritório de Meninas Milena, em Frankfurt, as mulheres ucranianas podem aprender alemão, enquanto seus filhos são cuidados. 

O Escritório de Meninas Milena em Frankfurt do Meno
O Escritório de Meninas Milena em Frankfurt do Meno Mädchenbüro Milena

“Primeiro, chegar” é o lema do Escritório de Meninas Milena. Todos os dias, novas mulheres ucranianas vêm às salas inundadas de sol em Frankfurt para frequentar cursos gratuitos de alemão ou para tirar proveito do cuidado das crianças. Existem atualmente mais de 40 mulheres, diz Maneesorn Koldehofe, que fundou o Milena em 2014. Normalmente, os projetos executados aqui têm como objetivo capacitar mulheres e meninas com histórico de migração. A guerra na Ucrânia representa desafios adicionais para o pessoal. Em muito pouco tempo, eles organizaram voluntários para cursos de alemão e para o cuidado adicional com as crianças. Eles também apoiam os refugiados no tratamento com as autoridades.

Oferecer orientação

Muitas mulheres ucranianas fugiram com seus filhos e têm de cuidar deles sozinhas. Não há tempo para cursos de idiomas. Milena quer compensar isto para possibilitar a integração. Uma das 15 participantes é Natalia. Ela vem de Kiev e vive com sua irmãzinha na casa de amigos em Frankfurt. “Minha mãe ainda está lá, ela não queria deixar meu pai sozinho”, diz a jovem de 24 anos. Ela diz que para ela é importante aprender a língua, a fim de encontrar o seu caminho. Mas Maneesorn Koldehofe diz que isso não é tudo: “Ninguém sabe quanto tempo a guerra vai durar. Não podemos fazer nenhum plano de longo prazo”. Pelo menos no Milena, as mulheres podem trocar ideias e estabelecer contatos no país estrangeiro.

Transmitir a normalidade

“A planta”, “janela aberta/fechada”, “luz ligada/desligada” – na sala de aula de Claudia, não há quase nenhum objeto que não esteja etiquetado. Há muitas risadas na aula. As mulheres que sabem bem o inglês traduzem as frases em ucraniano para as outras. Muita coisa é improvisada, mas não se trata tampouco de boas notas alemãs. Em apenas duas semanas, Natalia pode dizer algumas frases com gramática perfeita. Enquanto as mulheres estão aprendendo, as crianças estão sendo cuidadas ao mesmo tempo. Algumas estão traumatizadas, por isso é necessária muita sensibilidade. Acima de tudo, os “exercícios silenciosos”, como as mandalas, têm o objetivo de distrair um pouco as crianças.

Deixar chegar

No Milena, as funcionárias cuidam de famílias que estão traumatizadas, após seis dias de fuga. Outras preenchem requerimentos, junto com mulheres ucranianas, nos quais é perguntado sobre os pais, alguns dos quais não estão mais vivos. “Todos nós percebemos as reações das crianças. Isso não passa por nós sem deixar marcas”, descreve Koldehofe sua nova rotina diária. As lágrimas de compaixão são retidas, tanto quanto perguntas demasiadas. Milena quer dar àqueles que buscam proteção um espaço para chegar. Às vezes, isso significa simplesmente estar lá.

© www.deutschland.de