Onde o campo vive

Muitos alemães sonham em viver no campo. Apresentamos aqui três regiões que são populares por razões muito diferentes.

Brandemburgo
Las amplias avenidas son típicas de Brandenburgo.

Na Alemanha, há atualmente mais pessoas se deslocando das cidades para o campo do que vice-versa – pelo menos na faixa etária de 30 a 50 anos. Apresentamos a vocês três regiões muito diferentes.

Brandemburgo

A atratividade de Brandemburgo tem uma razão principal: Berlim. O Estado federal circunda a capital alemã. Em Berlim, os salários são relativamente baixos, em comparação com outras grandes cidades. Na maior cidade da Alemanha, dificilmente estão disponíveis moradias baratas e o custo de vida é alto. A zona rural ao redor é mais calma, mais verde e mais barata. A tendência para “home office” na Alemanha torna a longa jornada de trabalho mais suportável para muitos. Isto tem consequências: recentemente, os preços dos imóveis aumentaram muito mais nas áreas suburbanas do que na própria Berlim.

Queríamos algo um pouco mais silencioso, com mais espaço e mais verde em volta.

Rebecca Lina, mãe, atriz, estilista de moda, blogueira

Wendland

As várzeas do rio Elba na Wendland, perto de Dömitz
As várzeas do rio Elba na Wendland, perto de Dömitz 2016 Dieter Damschen

Se é Berlim a razão central para a preferência por Brandemburgo, a razão central para se mudar para Wendland é “verde e rural” e um pouco de Hamburgo. Wendland é praticamente o mesmo que o distrito pouco povoado de Lüchow-Danneberg, a cerca de 100 quilômetros de Hamburgo. Quem se muda para lá ganha muito verde, a oportunidade de um estilo de vida sustentável e inovador, mais espaço pelo mesmo dinheiro que na cidade, menos tumulto e confusão. Em eventos, também em Hamburgo, a agência “Wendlandleben” divulga intensivamente a região, usando a palavra “província” há muito em desuso na Alemanha: “É uma província, e é sua”.

Aqui as pessoas encontram vastidão, natureza, tranquilidade, sustentabilidade – e internet super-rápida.

Sigrun Kreuser, agência “Wendlandleben”

Floresta Negra

Oberkirch na Floresta Negra
Oberkirch na Floresta Negra Petra Beerhalter - stock.adobe.com

Viver onde outros passam férias – essa poderia ser a razão para se mudar para a Floresta Negra, uma das áreas de férias mais apreciadas na Alemanha. Outro motivo: aqui há trabalho. Por causa dos turistas, mas também porque a região – economicamente forte – oferece muitos empregos bem remunerados. Alguns entre muitos exemplos: Tuttlingen é o centro mundial de tecnologia médica; em Oberkirch está a sede da empresa líder mundial no mercado de papéis térmicos; e de Todtnau-Geschwend vêm as máquinas com as quais é produzida a metade das escovas de dente de todo o mundo. A conclusão: a Floresta Negra é um excelente lugar para se viver e trabalhar – mas não é barato.

No nosso Estado, há um “hidden champion” em cada segundo vale da Floresta Negra.

Winfried Kretschmann, governador, em entrevista ao jornal “Handelsblatt”

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: