Estados federais alemães

Sejam regiões econômicas, locais científicos, áreas naturais ou cenas culturais - aqui você mantém a visão geral.

Schwerin
Schwerin a_medvedkov - stock.adobe.com

A partir da sua reunificação, em 1990, a República Federal da Alemanha passou a ter 16 Estados federados, em vez de onze de até então. Os cinco “novos Estados” são: Brandemburgo, Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental, Saxônia, Saxônia-Anhalt e Turíngia. Para a sua formação, partindo de modelos históricos, os distritos da RDA foram agrupados. Na RDA não havia nenhum Estado. 

As denominações de Estado Livre, como a da Baviera, Saxônia ou Turíngia, ou de Cidade Livre e Hanseática, como a de Hamburgo, ou de Cidade Livre Hanseática, como a de Bremen, têm fundamento histórico, mas nenhum significado jurídico no Estado federal.  

Através da adesão da antiga RDA, o território nacional da República Federal da Alemanha teve um aumento de 43 por cento, passando de 249 000 km2 a 357 000 km2, enquanto a população de cerca de 62 milhões de habitantes passou a ser de 78,2 milhões de pessoas. Atualmente, a República Federal da Alemanha tem 83,2 milhões de habitantes.

Baden-Württemberg

Baden-Württemberg

Devota à pátria e cosmopolita é o “Ländle”, como os habitantes de Baden-Württemberg chamam o seu Estado. Ele tem a terceira maior área dos Estados federados, sendo o número um da Alemanha em exportação. Suas regiões naturais, como a Floresta Negra ou a Schwäbische Alb, e outras cidades culturais, como Heidelberg, atraem anualmente mais turistas do que o próprio número de habitantes.

Dados e Fatos
População: 11,1 milhões

Capital estadual: Stuttgart
Área: 35 751 km2
Produto Interno Bruto em milhões de euros (2019): 524 325 (3º lugar)
Produto Interno Bruto per capita em euros (2019): 42 290 (4º lugar)
Particularidade: ao lado de muitas empresas mundialmente conhecidas, existem nesse “Ländle” (Estadinho) 277 líderes globais “secretos” (Hidden Champions).
Cadeiras no Conselho Federal: 6
Primeiro lugar no ranking: gastos para a pesquisa, que são mais de cinco por cento do PIB.
Fato especial: este Estado tem o maior número de horas de sol de todos os Estados federados.

www.baden-wuerttemberg.de

Baviera

Baviera

Alegres, folgados e às vezes um pouco teimosos são os bávaros, que também são apegados à sua tradição. Tendo a maior área de todos os Estados federados, os seus típicos vestuários, “Dirndl e a calça de couro, são muito sociáveis, principalmente – mas não só – na maior festa popular do mundo, a Oktoberfest de Munique, a sua capital estadual. Esse sudeste da Alemanha brilha em certos ramos, como a indústria automobilística, a engenharia mecânica ou a eletrotécnica.

Dados e Fatos
População: 13,1 milhões

Capital estadual: Munique
Área: 70  552 km2
Produto Interno Bruto em milhões de euros (2019): 632 897 (2º lugar)
Produto Interno Bruto per capita em euros (2019): 48 323 (3º lugar)
Particularidade: Estado natal do Bayern de Munique, o melhor clube de futebol alemão.
Cadeiras no Conselho Federal: 6
Primeiro lugar no ranking: 4,1 por cento, a menor cota de desemprego (agosto de 2020).
Fato especial: os bávaros apreciam a salsicha branca e a cerveja de trigo.

www.bayern.de

Berlim

Berlim

Criativa, agitada e cosmopolita é Berlim, que a partir da queda do Muro se tornou uma das mais interessantes e exuberantes cidades da Europa. Essa metrópole de 3,7 milhões de habitantes está sempre em movimento. Ela é, ao mesmo tempo, uma cidade, a capital da Alemanha e um Estado federado. Ela oferece diariamente mais de mil eventos, sejam apresentações na Ópera Nacional, vernissages nos fundos de casas ou festivais multiculturais.

Dados e Fatos
População: 3,7 milhões

Capital estadual: Berlim
Área: 892 km2
Produto Interno Bruto em milhões de euros (2019): 153 291 (6º lugar)
Produto interno Bruto per capita em euros (2019): 41 967 (6º lugar)
Particularidade: até 1990, Berlim fora uma cidade dividida pelo Muro, pela cerca de arame farpado e pela faixa da morte, tendo sido também a capital da RDA. 
Cadeiras no Conselho Federal: 4
Primeiro lugar no ranking: a maior cidade alemã.
Fato especial: o prefeito municipal é, ao mesmo tempo, o governador estadual.

www.berlin.de

Brandemburgo

Brandemburgo

Este Estado de população escassa circunda a irrequieta metrópole de Berlim com seu brilho prussiano e o deslumbre de Babelsberg. Brandemburgo se situa a nordeste, tem muitas florestas e canais e cerca de 3 000 lagos. Potsdam, a sua capital, resplandece com o precioso rococó do palácio de Sanssouci. Um projeto exemplar é a Universität Vidriana, em Frankfurt/Oder, na qual alemães e poloneses estudam juntos desde 1991.

Dados e Fatos
População: 2,5 milhões

Capital estadual: Potsdam
Área: 29 486 km2
Produto Interno Bruto em milhões de euros (2019): 74 330 (11º lugar)
Produto Interno Bruto per capita em euros (2019): 29 541 (14º lugar)
Particularidade: o mais importante estúdio cinematográfico da Alemanha, localizado no bairro de Babelsberg, onde, por exemplo, foi rodada a série “Babylon Berlin”.
Cadeiras no Conselho Federal: 4 
Primeiro lugar no ranking: aproveitamento de fontes geotérmicas sustentáveis.
Fato especial: o Portão de Brandemburgo fica em Berlim que, por sua vez, é completamente contornada pelo Estado de Brandemburgo.

www.brandenburg.de

Bremen

Bremen

 “Bremen em três minutos”. Será que isso dá certo? E dá mesmo... em um giro oficial com os “Bremer Stadtinformanten” (Informantes Municipais de Bremen). Aprendam a história deste Estado, que desde 1947 é formado por duas cidades. A oferta web da própria Bremerhaven está aí incluída.

Dados e Fatos
População: 700 mil

Capital estadual: Bremen
Área:  419 km2
Produto Interno Bruto em milhões de euros (2019): 33 623 (16º lugar)
Produto Interno Bruto per capita em euros (2019): 49 215 (2º lugar)
Particularidade: Os Músicos de Bremen: jumento, cão, gato e galo, que nesse conto encontram com coragem e coesão o caminho de uma vida melhor.
Cadeiras no  Conselho Federal: 3
Primeiro lugar no ranking: o menor Estado federado
Fato especial: esta cidade-Estado é composta por duas cidades: Bremen e Bremerhaven, que se situa cerca de 60 quilômetros ao norte.

www.bremen.de

Hamburgo

Hamburgo

Esta metrópole tradicional, de mais de um milhão de habitantes, se localiza às margens do Elba. A Cidade Livre e Hanseática de Hamburgo é também um Estado federado, a segunda maior cidade alemã e a mais importante praça de comércio externo da Alemanha. Através do “Portão para o Mundo”, o porto transcontinental de Hamburgo, navegam os “dicke Pötte”, os navios cargueiros. Um terço dos contêineres vem da China ou vai para lá. 

Dados e Fatos
População: 1,8 milhão

Capital estadual: Hamburgo
Área: 755 km2
Produto Interno Bruto em milhões de euros (2019): 123 270 (9º lugar)
Produto Interno Bruto per capita em euros (2019): 66 878 (1º lugar)
Particularidade: a Filarmônica do Elba é a mais espetacular e magnífica sala de concertos da Alemanha.
Cadeiras no Conselho Federal: 3
Primeiro lugar no ranking: o maior salário anual (2019) de 53 051 euros por empregado. 
Fato especial: a igreja St Michaelis, chamada de “Hamburger Michel”, tem a maior torre de relógio da Alemanha. Cada um dos quatro mostradores do relógio tem oito metros de diâmetro.

www.hamburg.de

Hessen

Hessen

Arraigado no centro da Alemanha, o Estado de Hessen se estende de Sauerland, ao norte, até Odenwald, ao sul. Pode-se passear muito bem pela sua capital Wiesbaden, a cidade das mansões e do vinho. Tendo o maior aeroporto da Alemanha, Frankfurt é um centro do comércio global. A economia é caracterizada pela construção de veículos, pela engenharia mecânica, pela química e pela indústria eletrônica. 

Dados e Fatos
População: 6,3 milhões

Capital estadual: Wiesbaden
Área: 21 115 km2
Produto Interno Bruto em milhões de euros (2019): 294 477 (5º lugar)
Produto Interno Bruto per capita em euros (2019): 46 923 (5º lugar)
Particularidade: Johann Wolfgang von Goethe nasceu em Frankfurt em 1749.
Cadeiras no  Conselho Federal: 5
Primeiro lugar no ranking: a maior proporção de florestas quanto à área. São mais de 42 por cento.
Fato especial: Frankfurt quase se tornou a capital da Alemanha em 1949.

www.hessen.de

Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental

Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental

As paisagens desse paraíso natural são caracterizadas por mais de 2 000 lagos, por mais de 350 quilômetros de costas do mar Báltico, por extensos campos e florestas. Ele é um Estado alemão escassamente povoado. O mais importante segmento econômico de Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental é o turismo. No Estado natal da chanceler federal Angela Merkel existe o maior complexo de esporte aquático da Europa central. 

Dados e Fatos
População: 1,6 milhão

Capital estadual: Schwerin
Área: 23 180 km2
Produto Interno Bruto em milhões de euros (2019): 45 567 (14º lugar)
Produto Interno Bruto per capita em euros (2019): 28 940 (15º lugar)
Particularidade: Usedom, a maior ilha alemã.
Cadeiras no Conselho Federal: 3
Primeiro lugar no ranking: Estado federado com a maior extensão costeira de 2 000 quilômetros.
Fato especial: a maioria dos parques nacionais – 3 de 14 – fica nesse Estado.

www.mecklenburg-vorpommern.de

Baixa Saxônia

Baixa Saxônia

Diversidade, tradição e espírito inventor caracterizam este Estado, que se estende da ilha de Borkum, do Mar do Norte, até a região montanhosa de Harz. Este Estado tem a segunda maior área da República Federal da Alemanha. Ele possui a cidade central de Hanôver, áreas de pastagens e os campos mais férteis da Alemanha. Dois terços da Baixa Saxônia são usados para a agricultura, mas o segmento econômico mais importante é a indústria automobilística.

Dados e Fatos
População: 8 milhões

Capital estadual: Hanôver
Área: 47 635 km2
Produto Interno Bruto em milhões de euros (2019): 307 036 (4º lugar)
Produto Interno Bruto per capita em euros (2019): 38 423 (8º lugar)
Particularidade: a torre da igreja de Suurhusen tem 5,19 graus de inclinação, sendo mais inclinada do que a Torre de Pisa (3,97 graus de inclinação).
Cadeiras no Conselho Federal: 6
Primeiro lugar no ranking: produção de força eólica, que foi de 11 325 megawatts em 2019.
Fato especial: em nenhum outro lugar é plantado mais couve, que é o prato tradicional típico, também preferido no inverno.

www.niedersachsen.de

Renânia do Norte-Vestfália

Renânia do Norte-Vestfália

A Renânia do Norte-Vestfália fez uma transição, passando do aço e carvão para a tecnologia de ponta, a moda e o teatro. Sendo o Estado alemão com a maior população e o maior centro industrial alemão, ele se transformou em uma zona metropolitana de cultura e pesquisa. Este Estado, o “NRW”, tem a rede mais densa de pesquisa da Europa, sendo citado pela UNESCO como sendo uma das mais importantes regiões culturais da Terra, ao lado de Nova York e Paris.

Dados e Fatos
População: 17,9 milhões

Capital estadual: Düsseldorf
Área: 34 098 km2
Produto Interno Bruto em milhões de euros (2019): 711 419 (1º lugar)
Produto Interno Bruto per capita em euros (2019): 39 678 (7º lugar)
Particularidade: sua contribuição é de cerca de um quinto do PIB alemão, sendo assim uma das mais fortes regiões econômicas da Europa.
Cadeiras no Conselho Federal: 6
Primeiro lugar no ranking: o Estado com a maior população.
Fato especial: Bonn foi a capital da República Federal da Alemanha até à reunificação.

www.nrw.de

Renânia do Palatinado

Renânia do Palatinado

Os vinhos “Riesling”, “Müller-Thurgau” ou “Silvaner” fazem da Renânia do Palatinado o Estado de vinhos número um da Alemanha, pois seus viticultores produzem dois terços do vinho alemão. No portal oficial, vocês ficam sabendo muito mais sobre esse Estado, a sua população, os segmentos econômicos regionais ou as atrações turísticas mundiais.  

Dados e Fatos
População: 4,1 milhões

Capital estadual: Mainz
Área: 19 853 km2
Produto Interno Bruto em milhões de euros (2019): 145 003 (7º lugar)
Produto Interno Bruto per capita em euros (2019): 35 457 (10º lugar)
Particularidade: em nenhum outro lugar da Alemanha existem mais monumentos em estilo romano.
Cadeiras no Conselho Federal: 4
Primeiro lugar no ranking: o maior produtor de vinho
Fato especial: 72 dos mais pequenos municípios da Alemanha estão localizados aqui, entre eles Dierfeld, que em 2019 compartilhou com Hallig Gröde o primeiro lugar nessa categoria. Em 31/12/2019, esses dois municípios registraram 10 habitantes.

www.rlp.de

Sarre

Sarre

O Sarre pertence à República Federal da Alemanha desde 1957. Antes, ele mudara oito vezes a sua nacionalidade no decurso de 200 anos. Seu centro político e econômico é a sua capital Saarbrücken. Graças a muitas instituições famosas de pesquisa, os habitantes deste Estado o batizaram de “Capital Mundial da Informática”. Aqui, os turistas são bem acolhidos e podem apreciar as suas belezas naturais.

Dados e Fatos
População: 1 milhão

Capital estadual: Saarbrücken
Área: 2 570 km2
Produto Interno Bruto em milhões de euros (2019): 36 253 (15º lugar)
Produto Interno Bruto per capita em euros (2019): 36 684 (9º lugar)
Particularidade: aderiu somente em 1957 à nova República Federal, instituída em 1949 (“pequena reunificação”)
Cadeiras no Conselho Federal: 3
Primeiro lugar no ranking:  o número de autos por habitante é de 0,64.
Fato especial: na qualificação da Copa do Mundo de Futebol de 1954, o time do Sarre jogou contra a Alemanha, perdendo de 0 x 3 e de 1 x 3 contra o futuro campeão mundial.

www.saarland.de

Saxônia

Saxônia

Rendas de Plauen, porcelana de Meissen ou relógios de Glashütte são objetos de arte do artesanato e do espírito criativo que fazem a Saxônia ser mundialmente conhecida. Esse Estado Livre é o Estado com a mais densa e maior população do leste da Alemanha. Os habitantes de Dresden, a sua capital, a chamam de “Florença do Elba”, pois Dresden se situa em uma baixada idílica, no meio do Vale do Elba, resplandecendo com prédios em estilo renascentista e barroco.

Dados e Fatos
População: 4,1 milhões

Capital estadual: Dresden
Área: 18 416 km2
Produto Interno Bruto em milhões de euros (2019): 128 097 (8º lugar)
Produto Interno Bruto per capita em euros (2019): 31 453 (12º lugar)
Particularidade: em Chemnitz há uma escultura de Karl Marx, de 16 metros de altura, o segundo maior monumento mundial de uma pessoa.
Cadeiras no Conselho Federal: 4
Primeiro lugar no ranking: Produto Interno Bruto dos novos Estados federados, de 128 097 milhões de euros em 2019.
Fato especial: em Dresden, Melitta Bentz inventou em 1908 o filtro de café.

www.sachsen.de

Saxônia-Anhalt

Saxônia-Anhalt

Inovador e original é o Estado da Saxônia-Anhalt, que atesta ter a maioria dos investimentos estrangeiros diretos entre os Novos Estados. O que o caracteriza são as suas originais paisagens fluviais ao longo dos 303 quilômetros do Elba, as românticas regiões de vinhedos e quatro monumentos do patrimônio cultural da humanidade. Junto com a Saxônia e a Turíngia, este Estado forma a área econômica “Mitteldeutschland”.  

Dados e Fatos
População: 2,2 milhões

Capital estadual: Magdeburg
Área: 20 446 km2
Produto Interno Bruto em milhões de euros (2019): 63 545 (13º lugar)
Produto Interno Bruto per capita em euros (2019): 28 880 (16º lugar)
Particularidade: ponto de partida do protestantismo. Martinho Lutero chegou às suas conclusões no quarto da torre do mosteiro de Wittenberg.
Cadeiras no Conselho Federal: 4
Primeiro lugar no ranking: levantar cedo. Os habitantes deste Estado levantam-se em média às 6h39, nove minutos mais cedo que a média dos alemães.
Fato especial: Jawed Karim, um dos três inventores de Youtube e um dos desenvolvedores de Paypal, nasceu em Merseburg.

www.sachsen-anhalt.de

Schleswig-Holstein

Schleswig-Holstein

Os “Leões-Marinhos” se sentem em casa entre o Mar do Norte e o Mar Báltico. Schleswig-Holstein é o Estado no extremo norte alemão e a sua capital Kiel resplandece anualmente com o maior evento de vela, a Semana de Kiel. Entre os ramos mais importantes de Schleswig-Holstein estão a tecnologia medicinal, a economia marítima e as tecnologias de informação e comunicação.

Dados e Fatos
População: 2,9 milhões

Kiel Capital estadual: Kiel
Área: 15 799 km2
Produto Interno Bruto em milhões de euros (2019): 97 762 (10º lugar)
Produto Interno Bruto per capita em euros (2019): 33 712 (11º lugar)
Particularidade: faz divisa com dois mares, o Mar do Norte e o Mar Báltico. Por isso, é chamado de “Estado entre os mares”.
Cadeiras no Conselho Federal: 4
Primeiro lugar no ranking: Canal de Kiel, o canal artificial mais navegado do mundo.
Fato especial: aqui fica Arnis,  a menor cidade alemã, com 300 habitantes.

www.schleswig-holstein.de

Turíngia

Turíngia

Sejam Goethe e Bach ou Bauhaus e Reforma, a Turíngia é o Estado dos poetas e pensadores. Os tesouros culturais entre Altenburg e Zeitz podem ser descobertos no portal da Chancelaria Estadual da Turíngia. Informações sobre as atualidades da política, do desenvolvimento econômico e da diversidade paisagística completam a oferta web.

Dados e Fatos
População: 2,1 milhões

Capital estadual: Erfurt
Área: 16 173 km2
Produto Interno Bruto em milhões de euros (2019):63 866 (12º lugar)
Produto Interno Bruto per capita em euros (2019): 29 883 (13º lugar)
Particularidade: o jardim de infância foi criado aqui em 1840 por Friedrich Fröbel.
Cadeiras no Conselho Federal: 4
Primeiro lugar no ranking: a mais conhecida trilha de caminhada, a Rennsteig da Floresta da Turíngia.
Fato especial: quatro cidades deste Estado reivindicam ser o centro da Alemanha, mas com diferentes critérios.

www.thueringen.de

 

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: