Uma ampla visão do mundo

Profissões que também serão futuramente demandadas – engenheiros ambientais procuram soluções holísticas para os problemas da mudança do clima.

A Engenharia ambiental é um estudo para um mundo digno de se viver.
A Engenharia ambiental é um estudo para um mundo digno de se viver. Adobe Stock

O Prof. Dr. Jörg E. Drewes ensina desde 2013 na Technische Universität de Munique e assessora também o governo federal alemão. Aqui, ele lhes apresenta a disciplina de Engenharia Ambiental:

 “A Mudança Global está fazendo a Comunidade Mundial enfrentar enormes desafios. Apenas os efeitos da mudança do clima estão nos obrigando a refletir como poderemos usar os recursos de maneira mais eficiente. Isso é o caso da água, do solo e do ar nas mesmas proporções, sendo que a Engenharia Ambiental pode contribuir positivamente para a melhora de uma proteção sustentável do meio ambiente. Ela tem seu interesse voltado para soluções holísticas, sendo que se incluem também nesse processo os efeitos das medidas tomadas. A maioria dos nossos formados trabalha em escritórios de engenharia, na administração, na industrialização ou também nas operadoras de instalação, tanto a nível nacional com internacional.

O engenheiro Prof. Dr. Jörg E. Drewes, da TU de Munique, também assessora o governo federal alemão.
O engenheiro Prof. Dr. Jörg E. Drewes, da TU de Munique, também assessora o gove TU München

Encontramos no nosso programa jovens muito motivados que querem prestar uma contribuição para um meio ambiente saudável. O que distingue esses jovens é que eles têm uma visão ampla do mundo. Eles estão abertos para trabalhar em contextos e procurar soluções interdisciplinares. Engenheiros e engenheiras ambientais assumem assim um papel de intermediários entre disciplinas muito centralizadas, como a Engenharia Mecânica ou a Engenharia Civil, e aquilo que é exigido na prática.

Engenheiros e engenheiras ambientais assumem assim um papel de intermediários.

O engenheiro Prof. Dr. Jörg E. Drewes, da TU de Munique

As clássicas ciências da engenharia ambiental abrangem a água, o ar e a economia circular. Na Technische Universität de Munique, salientamos também outros pontos, aprofundando os temas da água, da construção eficiente e sustentável, da mobilidade e dos perigos alpinos naturais, para dar respostas aos grandes desafios da mudança do clima. Períodos extremos de seca e o crescente número de inundações exigem soluções adequadas.

A TU de Munique, uma das universidades líderes da Alemanha
A TU de Munique, uma das universidades líderes da Alemanha Heddergott, Andreas / TUM

Nossos cursos universitários de bacharelado, ministrados em alemão, transmitem, antes de tudo, um entendimento dos processos básicos. Os fundamentos das Ciência Naturais, a Matemática Superior para engenheiros, a Termodinâmica e a Tecnologia de Processamento também fazem parte do currículo. Nos cursos de mestrado, em grande parte em inglês, os estudantes aprofundam seus conhecimentos em duas especializações: eles elaboram um trabalho de pesquisa orientado na prática e  um trabalho final de mestrado. Os conteúdos do estudo incluem uma gama de áreas, como aplicações de tecnologias de processamento no tratamento da água, estimativas hidrológicas de enchentes, disseminação de produtos químicos e agentes patogênicos no meio ambiente, construção eficiente com recursos sustentáveis e projetos de transporte. Isso tudo, pois o constante aumento das temperaturas exige uma respostas à questão de como se podem construir cidades, nas quais ainda nos sentiremos bem em 20 anos”.

O engenheiro Prof. Dr. Jörg E. Drewes, é titular da Cátedra e da Instituição Experimental sobre a Economia Hídrica de Povoações da Technische Universität de Munique, diretor do Programa Acadêmico e membro do Conselho Científico do Governo Federal Alemão para as Mudanças Ambientais Globais (WBGU). Ele também pesquisa e ensina nos EUA, na Arábia Saudita e na Austrália.  

© www.deutschland.de