Ler e ver

Você também pode ficar conhecendo a literatura alemã no cinema ou no serviço de vídeo via streaming. Apresentamos aqui os filmes de sucesso de grandes obras.

O Leitor: David Kross e Kate Winslet na Berlinale.
O Leitor: David Kross e Kate Winslet na Berlinale. picture alliance / Sascha Radke

Muitos livros de sucesso são filmados, mas muitos deles não fazem bem à literatura. Apresentamos aqui cinco obras, cujas formas artísticas estão ao mesmo nível estético. E temos também uma dica extra.

O Leitor

 Bernhard Schlink publicou este romance em 1995. O tema central abordado é o debate social em torno do Holocausto, travado na República Federal da Alemanha na década de 1960. Esse livro foi traduzido em mais de 50 línguas e adaptado para o cinema em 2008, com um elenco de astros e estrelas internacionais, com Kate Winslet, Ralph Finnies e David Kross nos papeis principais da produção de Hollywood.   

O Tambor de Lata

 “O Tambor de Lata” ganhou os maiores prêmios como livro e como filme. Seu autor, Günter Grass, recebeu em 1999 o Prêmio Nobel de Literatura. O filme, do mesmo nome, foi rodado por Volker Schlöndorff e ganhou em 1979 a Palma de Ouro do Festival Internacional de Cinema de Cannes e o Oscar na categoria de melhor filme estrangeiro. O romance, publicado em 1959, descreve os anos antes e depois do nazismo e a da II Guerra Mundial, da perspectiva de Oskar Matzerath, que não cresce mais a partir dos três anos de idade.

O Perfume

Patrick Süskind publicou em 1985 este romance sobre um assassino psicopata que possui um olfato incrível e que vive em Paris em meados do século XVIII. O livro foi traduzido em 48 línguas. Diz-se que Hollywood estivera tentando adaptar o livro para o cinema desde 1986, mas em vão. A adaptação foi realmente feita, mas pelo cineasta alemão Tom Tykwer. O filme, com Dustin Hoffman, Alan Rickman e Ben Whishaw, esteve em cartaz a partir de 2006, conseguindo tanto sucesso como o romance.

Submarino

O autor Lothar-Günther Buchheim publicou este romance em 1973, onde descreve o destino da tripulação de um submarino alemão na II Guerra Mundial, com base nas suas próprias experiências. A adaptação para o filme foi feita por Wolfgang Petersen, estando em cartaz em 1981 e tendo sido indicada para seis Oscars. Uma longa versão desse filme foi mostrada como seriado de televisão de cinco horas.

Nada de Novo no Front

Este romance de Erich Maria Remarque foi um clássico. Publicado em 1928, ele narra, da perspectiva de um jovem soldado alemão, os horrores da I Guerra Mundial na frente de batalha na França. Lewis Milestone fez em 1930, nos EUA, a adaptação para o cinema. O filme ganhou dois Oscars, nas categorias de melhor filme e melhor direção. Hoje, ele está entre os 100 melhores filmes dos EUA. Naquela época, tanto o livro como o filme foram odiados e proibidos pelos nazistas. Uma segunda adaptação para o cinema foi feita em 1979, tendo sido premiada com o Globo de Ouro. 

Tchick

Dois jovens encontram a liberdade. Seis anos depois da publicação deste romance de Wolfgang Herrndorf, ele foi adaptado para o cinema, levando o mesmo título. O filme tinha sido esperado ansiosamente pelos fãs. E foi exatamente como o livro. Em uma linguagem honesta, fulminante e autêntica, é narrada a história de dois jovens completamente diferentes em um carro roubado. É uma viagem de aventuras pela Alemanha, cheia de amor e sofrimento, os temas que caracterizam um bom filme.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: