Ideias brilhantes em vez de falência

Cinco ideias inovadoras de negócios que surgiram durante a crise do coronavírus.

Algumas “startups” desenvolveram ideias inovadoras durante a crise do coronavírus.
Algumas“startups” desenvolveram ideias inovadoras durante a crise do coronavírus fizkes - stock.adobe.com

Muitas empresas foram subitamente confrontadas com a falta de encomendas quando a pandemia do coronavírus eclodiu na Alemanha. Mas a necessidade é a mãe da inventividade e algumas empresas salvaram sua existência com novas ideias de negócios. Aqui apresentamos cinco delas.

Desinfecção em vez de aguardente

Como os desinfetantes se tornaram escassos na pandemia do coronavírus, algumas destilarias alemãs mudaram sua produção de “bebida nobre” para produto médico. Uma das primeiras foi a destilaria Wanderer em Frechen, perto de Colônia. De resíduos de álcool, o proprietário Benedikt Brauers produz desinfetantes, que ele distribui gratuitamente aos asilos de idosos e consultórios médicos.

Máscaras em vez de roupa

Desfiles de moda cancelados, butiques fechadas – a moda ficou sem importância durante o “lockdown”. As máscaras, por outro lado, eram importantes, e muitos empresários têxteis aderiram à sua produção. As máscaras também salvaram a existência de inúmeras pequenas alfaiatarias de consertos – entrementes estão disponíveis em inúmeras variações as máscaras cotidianas produzidas na Alemanha.

Viseiras faciais

As viseiras plásticas de proteção são a alternativa para as máscaras. A “startup” de realidade virtual VRCoaster, de Kaiserslautern, vende normalmente óculos VR para montanhas-russas. Quando os parques de diversão foram fechados, a firma mudou para a produção de viseiras. Também a empresa Koziol, de Erbach no Estado de Hesse, que é conhecida por seus produtos plásticos domésticos,  acrescentou as viseiras transparentes de proteção à sua linha de produtos.

Película antivírus

Maçanetas, corrimãos, mesas e outras superfícies devem ser desinfetados com frequência. A firma especializada em películas Jura-Plast, de Reichenschwand perto de Nuremberg, e a “startup” JFL Materials, de Bensheim em Hessen, oferecem uma alternativa: uma película anticorona. Com a ajuda de biocidas, a película adesiva mata o vírus, mas não é perigosa para os seres humanos.

Mini bidê

Um produto estava esgotado na Alemanha a partir de março de 2020: papel higiênico. Porém, em algumas prateleiras estava disponível uma pequena alternativa chamada “HappyPo”. Criada em Berlim já em 2017, o mini bidê era, até então, um produto de nicho.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: