Proteção do clima como objetivo de desenvolvimento

O novo governo federal alemão estabelece para si dois grandes objetivos: lutar contra o coronavírus e contra a mudança do clima.

Painéis solares em Botsuana
Painéis solares em Botsuana picture alliance / Mary Evans Picture Library

Os partidos do SPD, dos Verdes e do FDP constituem o novo governo federal da Alemanha. O chanceler federal Olaf Scholz é o chefe de governo. Segundo o acordo de coalizão, a proteção do clima tem prioridade em todos os setores políticos, o que também é válido para as tarefas do Ministério Federal da Cooperação Internacional e do Desenvolvimento.

A proteção do clima como objetivo de desenvolvimento

 “Para alcançar os objetivos do clima, investiremos mais na proteção das florestas e pântanos existentes e no reflorestamento sustentável. Para tanto, intensificaremos sobretudo nossos impulsos para a promoção da silvicultura sustentável, tanto de economia privada como de pequenos agricultores”, prevê o acordo de coalizão. Com respeito às parcerias climáticas e desenvolvimentistas, os países parceiros deverão ter acesso a importantes tecnologias, para conseguir um desenvolvimento sustentável.

Pandemia do coronavírus e Programa Covax

“Ampliaremos o Abastecimento Hídrico, Sanitário e Higiênico (WASH), equiparemos suficientemente a aliança global de vacinação, intensificando o combate às doenças tropicas associadas à pobreza e até agora negligenciadas”, assentaram os parceiros governamentais no acordo de coalizão. Neste particular, o ponto central enfoca a luta contra o coronavírus.  Os esforços estarão concentrados em reformar e fortalecer a Organização Mundial de Saúde (WHO) e em disponibilizar para a campanha global de vacinação Covax melhores meios financeiros e um fornecimento mais rápido de vacinas. E mais ainda: “Apoiamos as parcerias voluntárias de produção e transferência de conhecimentos, para ampliar mundialmente as capacidades de produção de medicamentos e vacinas”.     

Promoção da democracia

Os atores da sociedade civil deverão ser promovidos no mundo todo. O apoio financeiro para Estados ou governos, que têm interesse em tais atores, está vinculado a condições bem claras: os destinatários se comprometem a defender a democracia, o Estado de direito, os direitos humanos, uma imprensa livre e a combater a corrupção.

O objetivo 0,7 por cento das Nações Unidas

Os países industriais deverão disponibilizar 0,7 por cento do rendimento nacional bruto para a promoção do desenvolvimento econômico e social de países em desenvolvimento. Este é o objetivo declarado das Nações Unidas. Depois de 2016, a Alemanha alcançou essa quota pela segunda vez em 2020, pretendendo continuar a esse nível, segundo o acordo de coalizão. Neste, está assentado que se reservará também 0,2 por cento para os países mais pobres do Sul Global (Last Developped Countries / LDC). 

(com dpa / DW)

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: