Assim vivem as crianças na Alemanha

O que o Estado faz para que as crianças possam viver bem.

Os direitos das crianças devem ser incluídos na Lei Básica.
Os direitos das crianças devem ser incluídos na Lei Básica. Halfpoint - stock.adobe.com

Cerca de 10,5 milhões de crianças vivem na Alemanha. São 12 por cento da população. A maioria das crianças vive em uma família com pais casados e têm no mínimo um irmão ou uma irmã.

Assistência a partir de um ano de idade

Está aumentando a procura de lugares nas creches, dado que ambos os pais trabalham. Desde 2013, toda criança tem direito a um lugar em uma creche, quando completa um ano de idade. Quase 820 mil crianças abaixo de três anos são levadas diariamente a tal instituição, o que é mais frequente nos Estados orientais da Alemanha do que nos ocidentais. As crianças vão para a creche com no máximo três anos de idade, pois os contatos sociais são importantes para o seu desenvolvimento.

Quick facts
10,5
milhões.

Na Alemanha vivem atualmente 12 milhões de crianças.

6
anos.

 A escolarização começa normalmente aos 6 anos.

18
anos.

A maioridade começa aos 18 anos.

70
por cento

das crianças têm pais casados.

26
por cento

são filhos únicos.

19
por cento

crescem com pais solteiros.

40
por cento

das crianças abaixo de cinco anos descendem de imigrantes.

O ensino fundamental dura no mínimo nove anos

O lado sério da vida para as crianças na Alemanha começa com seis anos. A maioria delas inicia o ensino fundamental com essa idade. No ano letivo de 2019/2020 houve cerca de 733 mil matrículas. O primeiro dia de escola é um grande evento, pois toda a família festeja. Toda criança recebe uma mochila escolar, um estojo com lápis e um cone escolar cheio de doces, balas e pequenos presentes. Na Alemanha vigora o dever escolar. Toda criança tem a obrigação de frequentar o ensino fundamental por no mínimo nove anos.

 O sistema educacional na Alemanha

Infância internacional na Alemanha

A Alemanha é diversificada. Essa diversidade reflete-se também nas famílias. Segundo a ministra federal da Família, Terceira Idade, Mulher e Juventude, quase uma entre três crianças vive em uma família, na qual no mínimo um dos genitores é imigrante ou tem uma cidadania estrangeira. Quase 4,1 milhões de crianças crescem com mais de uma língua e mais de uma cultura.

As Escolas Internacionais são uma opção interessante para as famílias que vieram para a Alemanha como expats, ou para os alunos e alunas, cuja formação escolar ou cujo futuro profissional deverá acontecer no estrangeiro. Os currículos e as conclusões orientam-se na forma escolar do respectivo país de origem. Por isso, eles podem se diferenciar muito do sistema escolar alemão. As aulas são ministradas em inglês ou na língua do país de origem. Neste meio tempo já existem em toda a Alemanha diversas escolas internacionais, cujas conclusões são reconhecidas por muitas universidades alemãs.  

Fortalecer o direito da criança

Mas a escola não é tudo. Como é o resto da vida infantil? As crianças têm direito a uma educação livre de violência, como foi assentado na Lei Fundamental no ano de 2000. Além disso, a Alemanha ratificou já há quase 30 anos a Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança, vinculando-se à obrigatoriedade de observar o bem-estar de todas as crianças e de proteger seus direitos, pois elas devem ser bem tratadas e crescer em dignidade. Suas opiniões têm de ser respeitadas e sua participação dever ser possibilitada. Já se vem discutindo há muito tempo na Alemanha a possibilidade de se inserir os direitos da criança na Lei Fundamental. Agora, o governo federal aprovou no acordo de coalizão que isso deverá acontecer.

Convenção da ONU sobre os Direitos da Criança

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: