O grande treino de alemão

Está claro para vocês que, para aprender alemão, vocês têm também que treinar músculos? Estes exercícios deixam vocês em forma.

Aprender uma língua é também um trabalho muscular.
Aprender uma língua é também um trabalho muscular. Elnur Amikishiyev/123rf

Vocês se atormentam com a pronúncia correta ao aprender o alemão? Rebecca Rashid tem dicas para vocês. Ela dá aulas de alemão como língua estrangeira há 14 anos e conhece todos os trava-línguas: sobretudo as vogais tremadas, o R alemão e os dois sons diversos do ch, como em ‘ich’ e ‘ach’. “Muitos subestimam o fato de que, para aprender uma língua estrangeira, têm de treinar a musculatura da boca e do diafragma. Da mesma forma como os cantores e cantoras”, diz Rashid.

O truque do papel

O alemão é uma língua fortemente acentuada, que às vezes soa áspera. Isso decorre também das chamadas consoantes oclusivas, cuja pronúncia bloqueia a corrente de ar e então o libera com uma “explosão”. Por exemplo, P, T, e K, nas palavras “Post”(correio) , “Tier”(animal) ou “Koch” (cozinheiro). Para treinar a pronúncia, a especialista aconselha: “Segurar uma folha de papel verticalmente diante da boca e pronunciar o P, T e K tão fortemente, que o papel se movimente”.

Gargarejar o R alemão

“Muitos alunos só conhecem o R vibrante das suas línguas maternas e se desesperam com o R gutural alemão”. A dica de Rashid: ao escovar os dentes, gargarejar com um gole d’água. “Então vocês encontrarão automaticamente a posição na garganta, da qual sai o R alemão. O efeito psicológico desse método é a descoberta: eu realmente consigo isso”!

Ginástica de lábio para as vogais tremadas

Não subestime as vogais tremadas Ä, Ö e Ü. A professora de alemão adverte: “O trema sobre as vogais não é só enfeite, ele pode modificar o significado”. Por exemplo, nas palavras “fordern” (reivindicar) e “fördern” (fomentar). Mas como pronunciar esses sons estranhos? Com exercícios de alongamento: “O caminho para o Ü passa pelo I: vocês têm de falar um I muito mais que claro, enquanto separam o mais possível os cantos da boca. Então, vocês soltam o som, fazendo um biquinho com os lábios. E assim vocês chegam ao Ü alemão”.

A propósito: Ü de “üben” (treinar)! E vocês podem prosseguir imediatamente com o Ö, usando o mesmo método e a vogal E.

Rebecca Rashid
Rebecca Rashid estudou História e Ensino de Alemão como língua estrangeira na Universidade de Bonn. Há 14 anos, ela dá aulas no Instituto Goethe em Berlim e na Universidade Popular.

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: