Democracia viva

Qual será o futuro da democracia? Como ela pode ser assegurada? Respostas são dadas por um livro do presidente federal Steinmeier.

Frank-Walter Steinmeier
Frank-Walter Steinmeier picture alliance / SvenSimon

“A democracia liberal será o nosso futuro, se nos assegurarmos dos seus fortes e possibilidades reais”, escreveu o presidente federal Frank-Walter Steinmeier no seu livro “Zur Zukunft der Demokratie” (Sobre o futuro da democracia), publicado em 2022. Mas ele também afirma que as democracias liberais estão sob pressão no mundo todo.
Como, então, será o futuro da democracia? Como ela pode ser assegurada e implementada? Esse livro reúne as respostas de 36 autores de grande gabarito. Apresentamos aqui três dessas respostas.

Jeff Mason, jornalista nos EUA
Jeff Mason, jornalista nos EUA picture alliance / Oliver Berg/dpa

O jornalista Jeff Mason considera a luta pela liberdade de imprensa e contra as falsas notícias um fator importante para o futuro da democracia. Mason é correspondente da agência noticiosa Reuters na Casa Branca em Washington.

Não há um meio melhor contra notícias falsas do que divulgar notícias verdadeiras inabaláveis e de as identificar como tais. Nós (os jornalistas e as jornalistas) temos o dever de ser persistentes, corretos e justos. Quando cometemos erros – e nós os cometemos – temos a obrigação de os corrigir.

Jeff Mason
Wolfgang Merkel, cientista em Berlim
Wolfgang Merkel, cientista em Berlim picture alliance / PIXSELL

Como as democracias podem reagir à mudança do clima , causada pela mão humana? O docente Prof. Wolfgang Merkel, do Centro Científico de Pesquisa Social, de Berlim, escreve:

Em sociedades verdadeiramente democráticas, a política real do clima domina a distopia climática. [Uma “grande transformação ecológica”] é democrática e somente admissível do ponto de vista teórico de justiça se a maioria da sociedade a aprovar e as pessoas afetadas  […] não tiverem que arcar novamente com as consequências.

Wolfgang Merkel
Daniela Schwarzer, cientista política
Daniela Schwarzer, cientista política Deutsche Gesellschaft für Auswärtige Politik

O que é importante para o futuro da UE? A docente Profa. Daniela Schwarzer, diretora executiva para Europa e Eurásia, da Open Society Foundations, opina:

Em um mundo, no qual o conflito de sistema entre democracias liberais e autocracias está ganhando importância […], a capacidade de ação da política externa da UE tem […] uma importância muito especial. Por isso, a luta pelo Estado de direito e pela democracia no interior da comunidade adquire um significado essencial.

Daniela Schwarzer

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: