Classe digital superior

Sempre focada na educação digital: por isto, uma escola na Baixa Saxônia recebeu o Prêmio Escola Alemã 20/21.

Os alunos mais velhos introduzem os alunos mais jovens no sistema de aprendizagem.
Os alunos mais velhos introduzem os alunos mais jovens no sistema de aprendizage IGS Lengede

“Homeschooling” – para muitos alunos e alunas na Alemanha foi uma experiência completamente nova, quando tiveram de repente que aprender de casa, a partir de março de 2020, devido à pandemia do coronavírus. Os requisitos técnicos para isso também apresentaram desafios para a maioria das escolas. Não foi o caso da “Integrierte Gesamtschule” (IGS) de Lengede, na Baixa Saxônia. Em termos de aprendizagem digital, ela é considerada pioneira na Alemanha. Por seu sucesso nesta área, ela recebeu o Prêmio Escola Alemã 20/21 na categoria de “Soluções Digitais”.

Soluções digitais para ensino e aprendizagem, trabalho em rede entre si, trabalho de equipe em distância e aprendizagem auto-organizada fazem parte da vida cotidiana de mais de 1.000 alunos e alunas das séries 5 a 13. “Tablets” e “Notebooks” são ferramentas de aprendizagem familiares para eles. Eles podem usá-los para acessar a caixa de ferramentas digitais “L3KIDS”, que a escola desenvolveu. Ao clicar em um dos ícones coloridos, eles podem acessar o aplicativo que necessitam no momento, criar apresentações, escrever anotações de aulas ou intercambiar informações entre si. Entrementes toda a administração da escola e sua comunicação são digitais.

Se os professores não estiverem familiarizados com o projeto, não faz sentido envolver os alunos.

Jan-Peter Braun, diretor da IGS de Lengede

A IGS de Lengede é uma escola relativamente nova, existe desde 2010. Talvez o sentimento de inovação começos seja também parte do seu sucesso. “Desde a fundação da escola, temos trabalhado para criar um ambiente digital de aprendizagem”, diz o diretor Jan-Peter Braun. “Naquela época, era importante criar primeiro a infraestrutura técnica na escola com internet de alta velocidade e WLAN funcionando”. Logo no início, Braun conseguiu também a adesão dos pais e dos aproximadamente 100 professoras e professores. “Se os professores não estiverem familiarizados com o projeto, não faz sentido envolver os alunos”.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: