Mais mulheres na chefia

As mulheres têm maiores chances de carreira em pequenas e médias empresas. Por que?

Catharina Cramer é desde 2006 chefe da Warsteiner Brauerei.
Catharina Cramer é desde 2006 chefe da Warsteiner Brauerei. dpa

Quanto menor a empresa, tanto maior é a chance que as mulheres têm para fazer carreira. Assim poderia ser a quinta-essência de uma pesquisa atual sobre o tema “Mulheres na liderança”, da empresa de auditoria Ernst & Young (EY).  

Quantas mulheres estão em chefias de empresas?

Ainda não é comum que as mulheres ocupem posições de chefia nas diretorias alemãs, mas o número delas está aumentando. Nos 160 grupos empresarias dos índices DAX, MDax e Sdax, trabalhavam em 1º de janeiro de 2019 um total de 61 executivas nas diretorias. São onze mulheres mais que em 2018. Os órgãos dirigentes das empresas listadas no Dax têm uma participação de 15 por cento de mulheres. Nas listadas no MDax são apenas oito por cento e nas listadas no SDax só cinco por cento. Nas médias empresas, a participação chega a 17 por cento e nas pequenas empresas até mesmo a 18 por cento de mulheres em posições administrativas.

O que torna melhor as médias e pequenas empresas?

As empresas menores são mais criativas no recrutamento de pessoal especializado, opina Elfriede Eckl, parceira da EY. “Além disso, muitas dessas empresas são dirigidas por famílias, ou seja, mulheres, filhas e netas já recebem instruções em casa de como assumir responsabilidade”.

Quais são os obstáculos para as mulheres no gerenciamento de empresas?

 “As causas são diversas”, diz Elfriede Eckl, da EY. Para ela, o maior obstáculo é a  compatibilidade entre família e profissão. Além disso, as mulheres não receberiam o apoio suficiente em muitas empresas. E: “Existem só poucas mulheres que servem de exemplo”. 

Quem o conseguiu e quem são os exemplos?

O melhor exemplo de uma presidente de diretoria de uma grande empresa é Angela Titzrath, que desde 2017 é diretora da Hamburger Hafen und Logistik AG (HHLA), listada na bolsa de valores. A mais conhecida mulher das médias e pequenas empresas é, sem dúvida, Catharina Cramer, chefe da cervejaria Warsteiner Brauerei. Ela assumiu a responsabilidade da firma, substituindo seu pai em 2006.

 

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: