Expats e Novo Trabalho

Trabalhar no estrangeiro. Você fica sabendo aqui porque as pessoas vão para outros países e o que elas esperam disso.

Novo começo em uma nova pátria.
Novo começo em uma nova pátria. robertdering - stock.adobe.com

Nômades digitais – esta é a primeira palavra-chave que ocorre às pessoas, quando abordam temas sobre expats e Novo Trabalho, sendo que os expats são vistos como pessoas excêntricas. A maioria dos expats trabalha em empregos fixos com tempo integral. Somente 11 por cento deles são independentes. Este é o resultado da pesquisa "Expat Insider 2021" da InterNations, a maior comunidade de expats. Vocês podem ler aqui outros fatos interessantes.

Por que as pessoas vão para o estrangeiro?

O motivo principal é o trabalho, sendo que 47 por cento dos expats de todo o mundo e 52 por cento dos expats alemães foram para o estrangeiro por essa razão. Muito atrás destes, com 10 e 11 por cento, estão os que vão para o estrangeiro por causa de uma união amorosa. Aliás, 21 por cento dos expats alemães foram enviados ao estrangeiro pelas suas firmas. No mundo todo foram apenas 17 por cento.

Os três primeiros setores do ranking

Aqui existem grandes diferenças, pois os expats alemães trabalham sobretudo na engenharia e na engenharia mecânica (13 por cento), seguidas pela TI e pelo ensino. No mundo todo, o ensino (12 por cento) está um pouco ates da TI e das finanças. 

Do que gostam os expats nos seus empregos?

A resposta é: valores de Novo Trabalho. Os expats alemães apreciam tarefas criativas e interessantes, a possibilidade de trabalhar com mobilidade e home office, tempos de trabalho flexíveis e boa remuneração. Os expats do mundo todo ainda colocam entre os três primeiros da lista um bom equilíbrio entre a vida profissional e a vida privada, sendo que a boa remuneração cai fora dos 3 primeiros do ranking.

O que os expats esperam do seu emprego ambicionado?

Aqui, não há nenhuma diferença nas respostas. E um tema fica bem na frente: boa remuneração. Mas logo em seguida vêm os valores de Novo Trabalho. O desejo de equilíbrio entre a vida profissional e a vida privada vem em segundo lugar, seguido pelas tarefas criativas e interessantes.

Em que país se dá ao Novo Trabalho a maior importância?

InterNations também perguntou aos expats em que países o Novo Trabalho desempenha um grande papel na estrutura empresarial. O primeiro lugar da comunidade internacional foi alcançado pelos EUA, na frente dos Emirados Árabes Unidos e da Finlândia. A Alemanha ficou em posição média. E para os alemães, o Novo trabalho também não teve muita importância quanto à escolha da nova pátria. Fato é que os EUA ficaram no topo dos países acolhedores, mas então vieram a Suíça, (23º lugar em Novo Trabalho) e a China (46º lugar entre 55 países).

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: