“Em inglês sou mais divertido”

Sonhar em alemão, fazer piadas em inglês? Falamos com pessoas sobre como a língua materna pode mudar no estrangeiro.

Jan Keck é alemão e vive no Canadá.
Jan Keck é alemão e vive no Canadá. Sara Elisabeth Photography

Inglês, alemão e espanhol. Desde que Jan Keck e sua esposa Natalia se tornaram pais em 2018, eles passaram a ser multilíngues em casa em Toronto, Canadá. “Queremos que nosso filho aprenda alemão e espanhol, para que possa se comunicar com as suas duas famílias”, conta Jan Keck. Ele vem da Alemanha e a sua esposa da Colômbia. O alemão sempre continuará sendo a minha língua materna, mas o inglês é a língua na qual vivo já há doze anos. Muitas vezes, tenho a impressão de que quase não posso me expressar em alemão para dizer aquilo que aprendi em inglês nesses anos”.

Jan inventou um jogo de cartas, com o qual as pessoas que não se conhecem podem entrar em conversa sem ficar falando coisas superficiais. Para tanto ele oferece eventos e seminários. “Organizei em 2019 um seminário na Alemanha, mas muita coisa na minha cabeça soa estranhamente formal.” Falar alemão com o filho é um desafio para uma pessoa de 34 anos. “Meus pais me enviaram livros infantis e eu ouço canções infantis com ele. Depois de tantos anos, tenho a impressão de que alguns textos são supreendentemente novos”. 

Tony & Beth
Tony & Beth privat

Tony e Beth Mugwanga, de Frankfurt, falam quatro línguas e unem três continentes. Tony nasceu em Nairóbi, capital do Quênia, crescendo com as línguas inglês, suaíli e luo. A sua esposa é norte-americana. “No Quênia são falados mais de 50 dialetos e línguas. Aproveitamos automaticamente todas as situações e contextos para falar a língua apropriada”, diz a esposa de 37 anos.

Toda língua tem um humor próprio, que quase não pode ser traduzido.

Tony, de Frankfurt, fala quatro línguas

Na Alemanha, ele fala sobretudo alemão e inglês. “Toda língua tem um humor próprio, que quase não pode ser traduzido.  Para mim, a ambiguidade em alemão é às vezes difícil. Em inglês, sou mais divertido”.  A sua esposa Beth tem várias línguas maternas, o que também deseja para os seus filhos: “Meus filhos têm três passaportes e crescem falando várias línguas. Eu sempre lhes digo: Não é decisivo se você é isto ou aquilo. Você é você e não precisa de nenhuma marca. E nem a sua língua precisa de marca”.

Sorteio

Comemorando o Dia Internacional da Língua Materna, deutschland.de realiza um sorteio. De 17 a 28 de fevereiro de 2020, você pode se registrar aqui e ganhar um aparelho digital de tradução prático e atraentes pacotes de aprendizado de alemão.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: